Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESAS BRASILEIRAS AMPLIAM GASTOS COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

20/04/2011

O Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgou nesta terça-feira, 19/04, os resultados da 22ª Pesquisa Anual sobre o Mercado Brasileiro de TI e seu Uso nas Empresas. O estudo traça um perfil do uso da TI no mercado corporativo brasileiro e, nesta edição, trouxe uma constatação: os grandes fornecedores de software estão ficando ainda maiores.

De acordo com o professor Fernando Meirelles, coordenador da pesquisa, empresas como Microsoft, Totvs, SAP e Oracle mantiveram ou ampliaram as posições de liderança em seus segmentos de atuação. ?Quem já dominava o mercado, está dominando um pouco mais este ano?, afirmou.

Não por acaso, a Microsoft continua dominando as estações de trabalho nas empresas, com o Windows, o Explorer e Office presentes em 91% das máquinas. Nos servidores corporativos, o Windows tem 67% e o Linux 20% do uso nos ambientes operacionais. Detalhe: a participação do Linux no mercado corporativo está estacionada há três anos. Já a Oracle tem 36% do mercado nacional de banco de dados (eram 33% em 2010). Na área de sistemas integrados de gestão, Totvs, SAP e Oracle detêm 82% do mercado brasileiro.

Pela primeira vez, e depois de anos de reclamação dos fornecedores focados em grandes clientes, a FGV divulgou o uso de ERP de acordo com o porte das empresas usuárias. No mercado formado por grandes empresas, a SAP tem 50% de participação, enquanto a Totvs detém 54% do mercado de pequenas e médias empresas.

Se de um lado os fornecedores tradicionais ficam cada vez mais fortes, de outro as empresas continuam ampliando seus gastos com TI. A média de gastos e investimentos em tecnologia, em 2010, foi de 6,7% da receita das empresas brasileiras. O dado interessante, aqui, é que este percentual dobrou nos últimos 14 anos.

Com isso, o custo anual por teclado ? representado pelos gastos e investimentos totais no ano, dividido pelo número total de teclados existentes na empresa ? chegou a US$ 11 mil, ou R$ 20 mil. Para chegar a estes números, a pesquisa ouviu 2.148 profissionais de cinco mil empresas de médio e grande porte.

Sobre o mercado como um todo, o estudo apontou que o Brasil tem hoje 85 milhões de computadores em uso, sendo que 14,6 milhões deles foram adquiridos em 2010, ou um computador a cada 2 segundos. ?Nossa previsão é que, até o início de 2012, o Brasil terá um computador para cada dois habitantes, quando chegaremos a 98 milhões de máquinas em uso no País?, afirma Meirelles.


 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar