Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTERNAUTAS MAIS ATIVOS SÃO ALVOS FREQUENTES DE GOLPES DE PHISHING, DIZ PESQUISA

11/04/2011

Pessoas que realizam muitas transações online, são populares na web e que respondem a maioria dos e-mails recebidos estão na classe de risco mais alto de serem enganados por golpes de phishing, de acordo com um estudo publicado pelas universidades de Buffalo, Brock, Ball State e Texas.

Segundo os pesquisadores, isso aconteceria porque essas pessoas não se focam corretamente e assim tomam decisões sobre o que fazer com e-mails baseados apenas em dicas simples embutidas nas mensagens em vez de analisar seus conteúdos completos.

Por isso, as pessoas ficariam mais vulneráveis a isso se lêem muitos e-mails a ponto de não terem tempo de pesar com cuidado se as mensagens são spams ou não. Entre os fatores que contribuem para esse problema estão receber muitos e-mails, responder muitos e-mails, manter muitos relacionamentos online e realizar uma grande quantidade de transações financeiras na rede.
 

Os autores de mensagens spam conseguiram penetrar na ?psique? (?mente?) do receptor de e-mail para explorar as fraquezas humanas básicas, aponta o estudo. Declarações indicando urgência ? ajuda para desastres, segurança em contas bancárias, ingressos gratuitos ? distraem os receptores e os tornam mais aptos a deixar passar indicadores de que o e-mail não seja legítimo, dizem os pesquisadores.

Dicas
Mas, segundo os pesquisadores, existem medidas que os usuários de e-mail podem tomar para se protegerem. Eles oferecem dicas para reduzir as chances de o usuário ser enganado por golpes do tipo, começando com bloqueadores de spam. ?Como uma forma de prevenção, descobrimos que os bloqueadores de spam são imperativos para reduzir o números de e-mails desnecessários recebidos pelas pessoas que poderiam potencialmente confundir seu julgamento e processamento de informações?, diz o professor do departamento de comunicação da universidade de Brock, Arun Vishwanath.

Os pesquisadores também sugerem a utilização de várias contas de e-mail, cada uma dedicada a um único propósito ? correspondência bancária, pessoal, etc ? para que spams com assuntos estranhos realmente pareçam que estão no lugar errado. Por exemplo, se um spam de banco aparecer em sua conta pessoal, vai se destacar, fazendo com que o usuário considere-o com mais cuidado.

Além disso, também é recomendado separar um tempo regular para cuidar das diferentes contas de e-mail. Essa prática ajudaria os usuários manterem o foco e serem menos vulneráveis a phishing.
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar