Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SAMSUNG LIDERA RECLAMAÇÕES E É MULTADA PELO PROCON

05/04/2011

A multinacional sul-coreana Samsung foi a campeã de reclamações entre as fabricantes de celulares no Procon no ano de 2010, de acordo com um documento da instituição de defesa do consumidor. A empresa ficou em quarto lugar no ranking geral, somando 982 reclamações fundamentadas, ou seja, que não foram prontamente sanadas, sendo necessário acionamento do órgão. 

Logo depois da Samsung, os outros colocados foram a Sony Ericsson (7º lugar, com 810 reclamações), a LG (com 780) e a Nokia com 515, que ficou na 16ª posição. Em relação a 2009, a LG foi a companhia que deu o maior salto no volume de reclamações, partindo do 30º para o 8º lugar no balanço de 2010, enquanto que a Samsung liderou o relação de empresas que mais entregaram produtos com defeitos. 

Sob a retranca ?Fabricantes de aparelhos celular não oferecem soluções?, o documento revela que as queixas em relação à Samsung triplicaram em relação ao ano passado, que eram de 320, e que a Sony Ericsson, apesar de diminuir o número de reclamações, aumentou o número de requisições não atendidas (386). A campeã no quesito de ignorar o consumidor foi a Nokia, que deixou de atender 385 queixas, o que representa 75% do montante. 

Multas
Embora este ano a Samsung tenha aumentado para 88% o percentual de reclamações atendidas, 11 pontos percentuais acima do registrado em 2009, a empresa levou uma multa de 2,1 milhões de reais do Procon. Outras duas empresas multadas foram a Nokia (918 mil reais) e a LG (460 mil reais). De acordo com uma norma técnica adotada pelo órgão, que caracteriza o celular como ?bem de natureza essencial?, as empresas são obrigadas a substituírem imediatamente os aparelhos dentro da garantia ou a ressarcirem os clientes.

Em nota, a Samsung limitou-se a afirmar que seus produtos ?são fabricados por meio de processos de alta tecnologia e dos mais rídigos processos de qualidade?, e que é de interesse da empresa ?sanar qualquer eventual problema que aconteça com seus equipamentos, atendendo sempre aos interesses do cliente?, além de ponderações a respeito de melhorias no atendimento aos usuários e em centros de assistência técnica.
 
 
 
 
Fonte: IdNGow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar