Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT PAGA US$ 7,5 MILHÕES POR 666,6 MIL ENDEREÇOS IPV4

28/03/2011

A Microsoft concordou em pagar 7,5 milhões de dólares para a compra de um bloco de 666.624 endereços IPv4 da fabricante canadense de equipamentos de telecomunicações Nortel, empresa que está em processo de falência. O negócio é visto por alguns como um sinal de aumento do valor dos endereços IPv4.

Na semana passada, a Nortel entrou com uma moção pedindo a aprovação da venda junto ao Tribunal de Falências do Distrito de Delaware, nos Estados Unidos. Se o acordo for aprovado, a Microsoft assumiria o controle dos endereços IPv4, que atualmente são de propriedade da Nortel, por 11,25 dólares cada.

Cerca de 470 mil dos endereços estarão disponíveis para uso imediato pela Microsoft, enquanto o restante será liberado para a empresa no final do processo de falência, segundo documentos judiciais apresentados no âmbito da proposta de venda.

A notícia do acordo proposto vem apenas algumas semanas após a Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) anunciar que entregou o seu último bloco de endereços IPv4, e que quaisquer fontes restantes com registros regionais acabariam em breve.

Alguns têm especulado que surgirá um mercado negro para os endereços IPv4, já que sua oferta começa a cair e mais organizações se deparam com os custos e riscos envolvidos em uma migração para o protocolo IPv6.

A ICANN e os registradores regionais têm observado que os endereços IPv4 restantes vão para entidades que demonstram ter necessidade imediata para eles. O American Registry for Internet Numbers (ARIN) tem estabelecido regras novas que permitem às empresas prever suas necessidades de endereços para apenas três meses, em vez de um ano.

Os planos da Microsoft para comprar o bloco inteiro da Nortel de endereço IPv4 neste momento têm levado a alguns debates entre os membros do Grupo Norte-Americano de Operadores de Redes de NANOG. Alguns posts em grupos de discussão especulam que a Microsoft estava comprando os endereços a fim de revendê-los posteriormente.

"Eles só podem obtê-los gratuitamente a partir do ARIN e se pode detectar uma demanda imediata", observou um post sobre o assunto.

"Talvez eles não tenham uma demanda imediata, e estão simplesmente estocando endereço para posterior utilização quando esgotar o ARIN? Ou talvez esperem lucrar com a venda posterior a alguém", observou o autor.

Outros se perguntam como a Microsoft poderia comprar o bloco de endereços, quando as políticas ARIN exigiriam que os blocos da Nortel tivessem de ir para um fundo comum, onde outros pudessem utilizá-lo. Um post observou que a "organização beneficiária tem de mostrar que a necessidade tem justificativa".

Em um post no NANOG, John Curran, o CEO da ARIN, pareceu sugerir que a organização estaria disposta a ir a tribunal para explicar a política de alocação IPv4. "ARIN vai realmente administrar a política adotada, e explicá-lo se necessário, em vários tribunais", observou Curran. Não foi possível verificar se o post foi de fato de Curran.

A Nortel pediu proteção contra falência em janeiro de 2009. Desde então, a empresa está vendendo seus ativos para tentar levantar dinheiro para pagar os credores. De acordo com documentos judiciais, a Nortel começou a tentar vender os números IP no final de 2010, após perceber seu valor potencial.

O juiz pareceu reconhecer o valor do endereço IPv4, quando notou que uma oferta limitada de endereços IPv4 oferece uma "oportunidade de realizar o valor da venda dos protocolos, e que ela diminuirá ao longo do tempo". A Nortel recebeu consultas de 80 potenciais interessados e acordos de confidencialidade foram assinados com 14 deles. A empresa recebeu ofertas finais de quatro compradores em janeiro deste ano e decidiu-se em março pela oferta da Microsoft, que era a maior.

O blog Domínio Incite observou que o valor de 11,25 de dólares por endereços que a Microsoft concordou em pagar ficou acima do que se esperava. "Lembre-se, não há propriedade intelectual ou de tráfego associados a estes endereços - são apenas números de encaminhamento", observou o editor do blog, Kevin Murphy. Com base nesse preço, o valor total de todo o espaço de endereços IPv4 é superior a 48 bilhões de dólares, disse ele. A Microsoft não quis comentar o assunto.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar