Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

REAJUSTE SALARIAL DE TI: MINISTÉRIO PROPÕE ÍNDICE DE 8,6% PARA SP

23/03/2011

Após analisar as reivindicações do Sindpd (Sindicato dos Trabalhadores de Tecnologia da Informação) e do Seprosp (Sindicato das Empresas de Processamento de Dados e Informática), o Ministério Público do Trabalho recomendou que o reajuste salarial para os profissionais de TI do estado de São Paulo seja de 8,6%.

Durante a reunião de conciliação, que aconteceu nesta terça-feira (22/3), o Sindpd aceitou a proposta. No entanto, o Seprosp informou que irá submeter o documento à análise das empresas do setor e só vai divulgar uma resposta definitiva na próxima sexta-feira (25/3).

Com isso, o sindicato que representa os trabalhadores de TI informa que a paralisação ? voltada a pressionar um acordo em relação ao índice de reajuste salarial da categoria ? fica suspensa até o final desta semana. No entanto, a entidade informa que se o Seprosp não aceitar a proposta, vai iniciar imediatamente uma greve.

O Ministério indica também que, além do reajuste (de 8,6%), seja definido um vale refeição de R$ 12,00 para os profissionais de TI em jornada de oito horas diárias, com acréscimo de R$ 6,00 para os trabalhadores que excedem esse horário. Além disso, o órgão recomenda a obrigatoriedade da implementação do PLR (Participação em Lucros e Resultados) e a criação de pisos salariais para analistas e programadores.

Desde janeiro, os sindicatos que representam os trabalhadores e as empresas de TI têm negociado o reajuste salarial anual da categoria. As discussões, no entanto, foram interrompidas após o Seprosp oferecer o índice de 6,47%, o qual foi negado pelo Sindpd. Este último, exigia que fosse aplicado um aumento de 11,9%, além de reivindicar PLR (Participação em Lucros e Resultados), auxílio-refeição de R$ 15,00 por dia e ampliação dos pisos salariais.
 
 
Fonte: Olhar digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar