Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JOVENS ABANDONAM BLOGS EM FAVOR DE REDES SOCIAIS

07/03/2011

Como qualquer aspirante a cineasta, Michael McDonald, estudante do ensino médio, usava um blog para mostrar seus vídeos. Mas, desencorajado pelas poucas pessoas que se importavam em visitá-lo, começou a postar os vídeos no Facebook, onde, certamente, seus amigos iriam ver e comentar seus trabalhos.

Os blogs já foram o canal de escolha das pessoas que queriam se expressar on-line, mas, com o crescimento de sites como Facebook e Twitter, eles estão perdendo o seu encanto para muitas pessoas.

Ex-blogueiros dizem que andam muito ocupados para escrever longos posts e ficaram sem inspiração graças à falta de leitores. Outros falam que não têm interesse em criar um blog porque as redes sociais fazem um bom papel em mantê-los em contato com amigos.

Os blogs começaram sua rápida ascensão há cerca de dez anos, quando serviços como Blogger e LiveJournal se tornaram populares.

Eles quase não tiveram concorrência até que o Facebook mudou o comportamento das pessoas com o seu eixo multipropósito para postar tudo o que é social. O Twitter também contribuiu com essa agitação.

Os internautas não precisavam mais dos seus blogs para se conectar ao mundo.

Em vez disso, eles podiam fazer posts rápidos para reclamar do clima, linkar artigos que lhes deixavam enfurecidos, comentar notícias ou promover uma causa -coisas para as quais os blogs foram planejados.

Lee Rainie, diretor do Internet and American Life Project, diz que os blogs não estão morrendo, mas mudando com o tempo. Empreendedores levaram algumas das características popularizadas pelos blogs a outros tipos de serviço.

O efeito é sentido em serviços que oferecem plataformas de blogs. O Blogger, do Google, teve menos visitantes únicos dos EUA em dezembro do que recebeu no ano anterior.

O LiveJournal preferiu dar ênfase às comunidades.

Conecta pessoas com interesse em fofocas de celebridades, por exemplo, e oferecer a interação social que falta aos blogs "clássicos", disse Sue Rosenstock, representante do LiveJournal.

Mas, alguns serviços como o Tumblr e o WordPress parecem ter escapado do declínio. Toni Schneider, executivo-chefe da Automattic, empresa que comercializa o software do WordPress, explica que a ferramenta é, na maioria da vezes, algo para blogueiros que levam a coisa a sério, não para os iniciantes.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar