Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PALAVRAS DA SEMANA: SPAM E SOCIAL SEARCH

21/02/2011

A corrida das marcas para a esfera das redes sociais tinha, antes de mais nada, um cunho de branding, de fortalecimento do nome, agora  um novo player há muito te esperado entra na arena com os dois pés e vai impulsionar as ações em mídias sociais digitais.

Tráfego ? a tão amada, odiada, malcompreendida métrica vai definitivamente ser influenciada por ações nas redes sociais.

Afinal de contas, alguém curtir um determinado modelo de tênis, ou dar RT em uma notícia, muitas vezes não resulta em um pageview (exibição de página) ou em qualquer outro tipo de conversão que pudesse ser exibida com orgulho aos anunciantes de portais ou à gestão de marketing, que observou um aumento no custo de conversões com as ações nas redes sociais.

Isso, porque a promessa de integrar as opiniões oriundas das redes sociais digitais às SERPs (páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa) finalmente chegou ao buscador disparadamente mais usado na internet. Sim, ele, o Google anunciava na sexta-feira que iria usar informações de retuites no snippet (informações adicionais dos links dos resultados de pesquisa). Logado no Twitter, o usuário poderá ser exposto às informações de que um certo contato do microblog partilhou determinado link na rede social menos lacônica da web.

Quando, no ano passado, o Bing, buscador da Microsoft, anunciava que o Facebook faria parte de seus resultados, a onda foi realmente nada além de uma marola, mas quando esse tipo de recurso é integrado ao buscador relevante a história é outra.

O que pode-se esperar com a declaração do Google é um ataque  por parte das equipes de social media ao Twitter, cuja influencia no ranqueamento fora comprovada por Jen Lopez, gerente de relacionamento social do SEOmoz, uma das empresas-monstro de search nos EUA, nesse post.

Vale dizer que, anteontem, o Blekko anunciava que as buscas em seu site de pesquisas teria sido incrementado pela slashtag /like o que traria resultados chancelados por amigos do Facebook, conforme avisou o post do site searchenginewatch.

A ex-googler, Vanessa Fox, já previa a influencia do Twitter no ranqueamento do Google há algum tempo e o próprio mecanismo dava claros sinais de estar entrando para a era dos resultados curados, mesmo que timidamente, quando divulgou o plug-in Personal Blocklist. O plug-in permite que os usuários eliminem de seus resultados, URLs de baixa relevância para a palavra-chave buscada.

Outro ex-googler, Ariel Lambrecht, que integrava a equipe de webspam do Google para países de idioma português, mencionava a potencial influência desse ?sinal? ao Google.

Paradoxalmente, tal curadoria social digital, pode complicara vida do próprio Google.

Nem todos os tuites são positivos e ovancionam a competência e denotam apreço por determinada marca. Foi o caso do decormyeyes.com ? que motivou o Google ? a realizar ajuste de emergência em seu algoritmo?, como informa, via Twitter, Pedro Dias, chefe da equipe de webspam do Google para países de idioma português. Esses ajustes no algoritmo foram necessários depois de ficar evidente que menções criticando a atuação do ecommerce voltado à venda de óculos, muitos deles falsos, catapultava o site para posições bastante privilegiadas nas buscas no Google.

Ah! mas o Google é cheio de spam mesmo?

Calma. Antes de criticar o mecanismo de buscas Google e afirmar que search engines, como o Blekko e o Duckduckgo são livres de spam, é necessário considerar que esses dois mecanismos de busca têm uma base de sites indexados minúscula. O Blekko, por exemplo, não tem mais de 30 milhões de URLs em sua base. Além disso, os sites que têm bom posicionamento nas pesquisas do Google, mesmo sem ter conteúdo relevante, foram construídos exatamente com o objetivo de gerar tráfego oriundo do buscador de Mountain View, na Califórnia.

Assim que sites de busca secundários acenderem em importância, é absolutamente previsível que também trarão uma miríade de links sem qualquer conteúdo de relevância, mas feitos sob medida para obter bons números.

É esperar para ver.
 
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar