Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SETE EM CADA DEZ USUÁRIOS BRASILEIROS QUEREM PAGAR CONTAS COM O CELULAR

17/02/2011 01:00:00

Os usuários brasileiros  ?tech-forward? ? pioneiros na adoção de dispositivos que se conectam à Internet - estão entre mais dispostos a pagar suas contas com o celular, relata estudo da Accenture, empresa de consultoria. Os brasileiros, com índice de 70%, só perdem para os chineses e indianos, com 76% e 75%, respectivamente.

Coreanos (56%) e japoneses (47%), vistos como grandes entusiastas de novas tecnologias ficaram bem atrás. Os que se mostraram mais reticentes, no entanto, foram os europeus e os americanos: apenas 26% deles responderam afirmativamente quando perguntados se usariam seus celulares para pagar contas. Globalmente, o índice ficou em 45%. Foram entrevistadas 100 pessoas em cada um dos 11 países cobertos pela pesquisa, em um total de 1,1 mil pessoas.

É possível que o temor dos usuários com a segurança seja a grande barreira a ser vencida para a popularização do serviço, uma vez que 73% dos entrevistados expressarem grande preocupação com privacidade e roubo de informações pessoais. Ainda assim, 62% dos consumidores que usam o cartão de crédito em débito automático para serviços contratados, disseram que, caso ganhassem desconto de 20% sobre a fatura, usariam o celular para saldá-la.

Amortizações, por sinal, parecem ser o principal mecanismo de convencimento dos usuários para a adoção de recursos inovadores como pagamento móvel. Cerca de 70% aceitariam o envio de anúncios personalizados aos seus aparelhos se, em troca, pudessem aproveitar tarifas mais baixas. Esse número cai para 47% se as operadoras, em vez do desconto, se comprometessem a enviar publicidade ao cliente somente quando ele passasse perto da loja do produto em questão.

Apesar da disposição dos usuários tech-forward brasileiros, só 19% deles, no momento da entrevista, haviam feito compras com o celular nos últimos seis meses. Na liderança ficaram os consumidores chineses (47%), seguido pelos coreanos (42%), japoneses (33%) e indianos (28%).
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar