Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL É UM DOS LÍDERES EM PIRATARIA DE JOGOS, DIZ ASSOCIAÇÃO

17/02/2011 01:00:00

De acordo com o relatório encomendado pela Associação de Softwares de Entretenimento dos Estados Unidos (ESA), o Brasil está na lista dos cinco países que não conseguem proteger adequadamente os direitos de propriedade intelectual, ou em outras palavras, os países campeões da pirataria no mundo.

Juntamente com o Brasil, outros países citados pela ESA são Itália, China, Espanha e França, que supostamente representaram 54% do compartilhamento de dados copiados ilegalmente em 2010.

Em 2009 a ESA detectou mais de 144 milhões de conexões de pessoas participando de compartilhamento não autorizado de dados em mais de 200 países, sendo que Itália, China, Espanha, Brasil e França (nesta exata ordem) encabeçam os cinco maiores consumidores de artigos piratas, com mais de 78 milhões de detecções.

O presidente da ESA, Michael Gallagher explica "Nossa indústria continua crescendo nos Estados Unidos, mas os níveis preocupantes da pirataria online atrapalham as vendas e cresce em um grande número de países, incluindo Itália, China, Espanha, Brasil e França, onde vemos volumes esmagadores de atividades de compartilhamento ilegal entre pessoas que envolvem títulos líderes de mercado.

Mesmo de longe, Gallagher reconhece que a pirataria atrapalha não só as distribuidoras norte-americanas, mas também a indústria de games desses países "As distribuidoras perdem oportunidades de exportação, os Estados Unidos perdem oportunidades de expandir a nossa economia e os consumidores desses países perdem o benefício de ter um mercado local de videogames mais próspero", explica.

De acordo com a Associação de Entretenimento Interativo do Reino Unido (UKIE), a indústria britânica de videogames perdeu cerca de 1,45 bilhões de libras para a pirataria de softwares em 2010.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar