Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT CONTRARIA GOOGLE E LANÇA EXTENSÃO PARA VÍDEO H.264 NO CHROME

07/02/2011 01:00:00

Depois de a Google decidir abandonar o suporte ao formato de vídeo H.264 em seu navegador Chrome, a Microsoft anunciou o lançamento de uma extensão para o Chrome permitindo a execução do codec. 

"Decidimos lançar a extensão por muitas razões. O H.264 é um formato de vídeo excelente e amplamente utilizado. Lançamos a extensão para garantir que desenvolvedores e clientes continuem a ter uma ótima experiência web", comentou o blog interoperability@microsoft.

No início de janeiro, um post no blog Chromium forneceu uma explicação aos usuários sobre a decisão da Google. "Embora o H.264 tenha um papel importante, nosso objetivo é investir em inovações abertas, assim, o suporte ao codec será removido, e nossos recursos serão direcionados a tecnologias abertas", comunicou.

?Reconhecemos que o H.264 tem mais suporte por parte da comunidade desenvolvedora e das atuais plataformas de hardware (mas o apoio ao WebM/VP8 também não é desprezível)? afirmou o gerente de produtos Mike Jazayeri no blog do projeto Chromium, na época.

Leia também: Microsoft agora briga com Google por causa de padrão de vídeo na web

Ainda assim, Jazayeri previu que os custos com licenças para uso do H.264 irão condenar o codec. ?Não há maneira viável de transformar o padrão H.264 no formato oficial, pois existem imposições resultantes da licença exigida para operar esse formato?.

Por outro lado, em primeiro lugar, o suporte ao Adobe Flash está integrado no navegador Chrome e o Flash suporta H.264, de modo que a mudança parece puramente simbólica ou política. Em segundo lugar, o codec de vídeo WebM, que a Google suporta, no momento não exige pagamento de licença, mas, no futuro, também pode cobrar os mesmos royalties.

Outra questão importante, segundo o analista do IDC, Al Hilwa, é que o codec VP8 ainda está em desenvolvimento e não está totalmente pronto para o mercado. Com um índice de baixo de utilização, Hilwa acredita que os pedidos para que desenvolvedores abandonem o H.264 e troquem pelo VP8 podem resultar apenas em menos usuários do Chrome. 

A extensão Windows Media Player HTML5 Extension for Chrome poder ser baixada, clicando aqui
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar