Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE DIZ QUE VAI ´MUDAR O JOGO´ DA ARTE VIA INTERNET

02/02/2011 01:00:00

O Google quer levar o mundo das grandes galerias mundiais de arte aos lares, com um novo site que oferece visitas virtuais usando a tecnologia do serviço Street View, a capacidade de construir coleções privadas e imagem de altíssima resolução.

Embora a maioria das grandes galerias há anos venha promovendo a divulgação online de seus acervos, especialistas disseram na cerimônia de lançamento realizada terça-feira na galeria Tate Britain, de Londres, que o site do Google buscaria levar a experiência da arte online a um novo patamar.

"O serviço pode mudar o jogo", disse Julian Raby, da Freer Gallery of Art, parte da Smithsonian Institution, em Washington, uma das 17 galerias participantes.

Nelson Mattos, vice-presidente de engenharia do Google, disse que o site do Art Project (www.googleartproject.com) permitiria que crianças da América Latina, Índia e África, que teriam pouca chance de ver os originais, tivessem experiência próxima à real, por meio da Internet.

"Isso na verdade representa um grande passo adiante na maneira pela qual as pessoas interagirão com esses belos tesouros da arte de todo o mundo", disse, acrescentando que o Google planejava expandir o site ao longo dos anos.

Mattos e os curadores de arte presentes no lançamento disseram estar confiantes em que, não importa o quanto a tecnologia avance, o novo site jamais substituirá as visitas a museus.

"Obviamente não acreditamos que essa tecnologia levará as pessoas a não virem a museus", acrescentou. "Esperamos que o oposto venha a ocorrer."

Raby acredita que o Art Project venha a oferecer uma nova variedade de experiência no que tange a observar arte online.

"Os museus até o momento eram obcecados com informação, e o que o Google Art Project permite é a criação de uma experiência emocional", disse.

"Não vejo a ideia como alternativa a visitar um museu, e sim como estímulo para que as pessoas venham e vejam as obras ao vivo", acrescentou.

Entre as galerias participantes estão a Uffizzi, em Florença; o Palácio de Versalhes, na França; o Museu Kampa, em Praga; o Museu Van Gogh, em Amsterdã; e o Museu Estatal Hermitage, em São Petersburgo, Rússia.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar