Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VENDA DE SINGLES ESTÁ ´MATANDO´ O COMÉRCIO DE ÁLBUNS ONLINE NA INGLATERRA

28/01/2011 01:00:00

Quase todos os singles (faixas únicas) agora são comprados online em vez de em mídias físicas no Reino Unido. No entanto, a venda de álbuns digitais está caindo como resultado disso.

Com base nas vendas online de lojas como iTunes, da Apple, e Amazon, o estudo constatou que a quantidade de singles vendidos pela web chegou a 92% entre 2007 e 2009. Atualmente esse número é ainda maior, chegando a 98% de todos os singles comercializados.

 

Esse aumento também impactou na quantidade total de vendas, incluindo as vendas físicas. Em 2007, os consumidores compraram um total de 87 milhões de singles físicos e digitais. Já em 2009, este número aumentou em 76%, chegando a 153 milhões.

Outro destaque no período foi o número de álbuns digitais vendidos, que também apresentou um aumento de 160%. Mas, houve uma queda de 7% na quantidade total de álbuns vendidos - contabilizando físicos e online - caindo de 145 milhões em 2007 para 135 milhões em 2009. 

Por outro lado, em 2009, as vendas digitais foram responsáveis por apenas 12% de todas as vendas de álbuns. Aproximadamente 16 milhões de unidades foram vendidas online, diante de 119 milhões de unidades fisicamente. Enquanto isso, as vendas de álbuns físicos caíram 14% entre 2007 e 2009.

"Esses números mostram que o download já é a principal forma para os fãs comprarem músicas. No entanto, quando se trata de comprar um álbum inteiro, eles preferem claramente comprar um produto físico", declarou Jen Beaumont, editor da Social Trends, onde o texto foi publicado.

Livros
Além do mercado fonográfico, o relatório também analisou a venda de livros.

Entre 2007 e 2009, as editoras do Reino Unido tiveram uma queda líquida de seis pontos percentuais, caindo de 492 para 463 milhões de unidades. No entanto, as vendas totais de produtos pela web cresceram e ultrapassaram os 225 milhões de dólares em 2009.

No geral, agora, as vendas digitais representam de 4 a 5 pontos percentuais das vendas físicas e digitais das editoras do Reino Unido em 2009.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar