Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CÂMERAS DIGITAIS SE RENOVAM PARA DISPUTAR ESPAÇO

24/01/2011 01:00:00

Após enfrentar brusca queda nas vendas em 2009, ocasionada pela crise econômica mundial, e forte concorrência com smartphones cada vez mais complexos em 2010, o setor de câmeras digitais procura se reinventar.

Câmeras que filmam embaixo d´água e são resistentes a intempéries como chuva, poeira ou areia, fotos registradas em 3D e equipamentos com impressoras acopladas fazem parte da estratégia de segmentação das fabricantes.

A saturação do mercado também é outro motivo que puxa os números do mercado para baixo. Segundo a Associação de Eletrônicos de Consumo dos EUA, as câmeras digitais compactas são encontradas em 82% dos lares norte-americanos.

NO BRASIL

Por aqui o mercado de câmeras digitais vai muito bem. Em um estudo da consultoria Accenture, divulgado na semana passada, aproximadamente 30% dos brasileiros ouvidos afirmaram ter adquirido uma câmera digital. -enquanto a taxa de smartphones não passou de 20%.

Segundo Alessandro Batista, analista de produto da Panasonic do Brasil, o "smartphone se resume a flash e Mpixel. Câmera digital tem mais funções. Para o dia-a-dia, fotos do cotidiano, o brasileiro usa o celular. Mas quando vai viajar, ele vai comprar uma câmera".

KODAK

A Kodak aposta no botão Share (compartilhar) de suas câmeras para competir com a facilidade de postagem nas redes sociais que os smartphones oferecem.

A linha EasyShare, que dispõe de vários modelos, elimina a necessidade de cabos e da conexão da câmera ao PC para publicar as fotos nos sites de relacionamento.

OLYMPUS

À prova d´água, choque elétrico e congelamento, com 14 Mpixels, filmagem em HD e modo de fotografia em 3D. Não é à toa que o novo modelo da Olypmus chama-se Tough, algo como "resistente", "durona".

A TG-310 foi anunciada na CES, maior feira de eletrônica do mundo, que aconteceu no início do mês em Las Vegas, e tem o preço anunciado de US$ 200. Chega ainda neste mês às lojas dos EUA.

CASIO

Com um design diferentão, a nova Exilim Tryx, da Casio, pode ter o visor girado para um auto retrato, ou aberto para virar um tripé, para tirar fotos ou filmar em Full HD (1080p) ou virar o apoio para segurar a câmera.

As partes móveis podem ser giradas em até 360º. A Tryx tem resolução de 12,1 Mpixels e pode transformar fotos em pinturas com um toque. Ela começará a ser vendida nos Estados Unidos em abril por US$ 250.

SAMSUNG

Apostando na integração entre câmera e celular, a Samsung lançou também na CES uma câmera com Wi-Fi e que pode ser controlada remotamente por um celular com Android.

Ela também pode usar o GPS do telefone para adicionar informações de geolocalização nas fotos. A SH100 vai dar as caras em março, por US$ 199,99.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar