Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROJETO MERCOSUL DIGITAL ABRE PROCESSO DE LICITAÇÃO NO BRASIL

18/01/2011 01:00:00

O Projeto Mercosul Digital, convênio entre União Européia (UE) e Mercosul, deu início hoje (17/1) ao processo de licitação do contrato ?Desenho e Implementação da Escola Virtual?, da vertente Rede de Capacitação Digital. A iniciativa, segundo Leonardo Lazarte, coordenador do projeto Mercosul Digital no Brasil, visa colocar em prática um programa de capacitação on-line sobre temas da sociedade da informação, especialmente relacionadas ao comércio eletrônico. A rede será responsável também pela gestão de um portal que contenha informações sobre o tema.

A partir de agora, segundo Lazarte, as companhias deverão enviar a manifestação do interesse em participar da licitação, que poderá ser realizada até 24 de fevereiro. É feita uma seleção de empresas que serão convidadas a enviar as propostas. Estas terão de ser apresentadas até 29 de abril. O resultado será anunciado de 4 a 31 de maio e o período de execução é de 27 meses, com início em junho de 2011.

O anúncio oficial da licitação aconteceu em dezembro de 2009 e, a partir de então, os responsáveis pelo projeto de cada país do Mercosul (que reúne Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) se encontraram para discutir sobre o processo. O Brasil foi o último a promover a reunião, chamada Information Day, que aconteceu hoje em São Paulo.

No encontro, foram abordados aspectos para a implementação de uma rede institucional para atividades de capacitação do comércio eletrônico nos quatro países do Mercosul. ?Qualquer empresa nacional pode participar, desde que preencha os pré-requisitos publicados
no site da Comissão Europeia?, diz Lazarte.

Outras vertentes
Embora o foco inicial do Mercosul Digital seja o comércio eletrônico, outras frentes do projeto abordam a implementação de infraestrutura, harmonização normativa e divulgação do potencial econômico dessa modalidade de venda on-line.

Entre os resultados esperados estão: disponibilização de uma infraestrutura de chave pública (ICP) e conexão à rede latino-americana de educação e pesquisa, Rede Clara, em todos os países do Mercosul; e o desenvolvimento de uma plataforma piloto de comércio eletrônico em cada um dos países, em conjunto com organizações do setor privado e/ou de comércio eletrônico.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar