Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

DEFINA SEUS AMIGOS EM TRÊS PALAVRAS

17/01/2011 01:00:00

Você pode ser "sexy", "inteligente" e "competente". Ou talvez "mala" e "antissocial", mas "elegante". É exatamente para descobrir como as pessoas o enxergam que alguém pode criar um perfil no Three Words (threewords.me), site de relacionamentos que estimula usuários a definirem uns aos outros em três palavras.

O "layout" é simples: cada perfil contém nome, uma imagem escolhida pelo usuário, três campos para digitação das palavras que o definem e o botão Send (enviar).

A mesma simplicidade é usada para a visualização das descrições, por ordem cronológica de postagem. À direita, há o ranking de palavras mais frequentes.

Reprodução
Tela do site Threewords.me, que propõe aos usuários que descrevam pessoas com três palavras
Tela do site Threewords.me, que propõe aos usuários que descrevam pessoas com três palavras

As configurações de privacidade permitem que o usuário opte por tornar públicas ou privadas as palavras enviadas. Não é necessário ter um login na página para opinar sobre os membros da rede. Quem envia as descrições tem a opção de se manter anônimo, o que dá margem, em vários casos, a xingamentos e palavras de baixo calão.

Ainda assim, há bastante motivação de jovens e adultos para expor o próprio perfil no site, que tem sido bastante comentado no Twitter e no Facebook.

"Os adolescentes, que estão em busca da reafirmação de sua identidade, costumam ter uma necessidade maior desse tipo de rede social, mas muitos adultos também demonstram interesse", afirma Sylvia Van Enck, psicóloga do Núcleo de Dependência de Internet do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Segundo ela, o Three Words é uma maneira que as pessoas encontram de compreender o que os outros pensam sobre elas. "O que interessa ao jovem é saber se ele está sendo aceito", diz.

Sylvia, porém, alerta para possíveis problemas. "Alguém que se vê atacado por uma pessoa que não se identifica, se estiver vivendo uma má fase, pode ter a autoestima comprometida". É importante, por isso, não levar ao pé da letra defeitos e palavras ruins escritas por anônimos.

Por outro lado, a psicóloga considera o site interessante como forma de comunicação, podendo levar o indivíduo a uma reflexão sobre sua personalidade. "Alguém pode pensar ´o que eu faço para dar margem para que as pessoas criem uma imagem assim de mim?´", explica.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar