Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SONY DIZ QUE VAI RESOLVER OS PROBLEMAS DE SEGURANÇA NO PLAYSTATION 3

10/01/2011 01:00:00

Após uma semana marcada por notícias envolvendo as falhas de segurança do PlayStation 3 e a criação de um firmware personalizável que permite ao console rodar qualquer aplicação não assinada oficialmente pela Sony, a empresa enfim, quebra o silêncio e diz que vai resolver estes problemas com eventuais atualizações pela internet.

De acordo com um representante da empresa em entrevista à revista britânica Edge, seus profissionais estão empenhados em resolver essa questão definitivamente. "Nós estamos atentos a isso. Vamos acabar com esses problemas com atualizações pela internet, mas devido a questões de segurança, não podemos dar muitos detalhes sobre o assunto".

Apesar de a Sony estar confiante, os ciberpiratas estão certos de que a investida não surtirá efeito, já que os códigos mestres foram divulgados pela internet e, com isso, todas as medidas de segurança planejadas pela Sony serão infrutíferas.

"O console está comprometido completamente e não há chance de retorno. A única forma de resolver isso é criando um novo hardware e a Sony deve aceitar isso", explicou um dos responsáveis pelas pesquisas piratas ao site da BBC.

Recentemente, o ciberpirata conhecido como KaKaRoTo publicou em seu blog um tutorial ensinando como criar um firmware personalizável, que possibilitaria que qualquer PlayStation 3, mesmo que estivesse atualizado com as últimas versões do firmware oficial da Sony rodassem aplicativos não oficiais.

Entre as "vantagens" de se utilizar o firmware personalizável, KaKaRoTo enfatiza a possibilidade de se adicionar qualquer aplicação não autorizada pela Sony, como programas homebrew.

Guerra contra a pirataria

Ao que parece, a guerra entre a Sony e os piratas está longe de acabar: recentemente, os ciberpiratas conseguiram quebrar a segurança do firmware original 3.50 para rodar jogos piratas mais atuais, como "Gran Turismo 5". Em seguida, a Sony lançou o firmware 3.55, que bloqueou a possibilidade de "desatualizar" o firmware original através de dispositivos controladores de software piratas, como o PSJailbreak e o PSGroove.

Ao menos por enquanto, não existe a possibilidade de "downgrade" no sistema, forçando o jogador a escolher entre rodar os jogos originais lançados no futuro ou continuar com os jogos piratas compatíveis com o firmware 3.50. Se os ciberpiratas estiverem certos, entretanto, a Sony terá de pensar em novas medidas para inibir os avanços da pirataria em seu console.

Revelado pelo site Eurogamer em 19 de agosto de 2010, o PSJailbreak roda em qualquer porta USB do console e permite copiar ou reproduzir qualquer tipo de código de jogo mesmo que o console esteja atualizado com a última versão do sistema.

Para funcionar, o programa exige que um jogo original esteja inserido no leitor de Blu-ray do console. Dessa forma, é possível rodar qualquer game que esteja armazenado em um dispositivo externo. O processo todo é mostrado em vídeo divulgado na internet que mostra jogos recentes instalados em um dispositivo externo, como "God of War III", "InFamous" e "Ratchet & Clank: Tools of Destruction".
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar