Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOVERNO DILMA CRIA SECRETARIA DE INCLUSÃO DIGITAL NO MINICOM

04/01/2011 01:00:00

As ações de inclusão digital ganham uma atenção maior no governo da nova presidente Dilma Rousseff. Para concentrar todas as iniciativas dessa área _ e buscar uma gestão integrada, antiga reivindicação de todos que lutam contra a brecha digital _ , o novo ministro das Comunicações (Minicom), Paulo Bernardo, anunciou na tarde desta segunda-feira, 3/1, a criação da Secretaria de Inclusão Digital.

A nova secretaria do Ministério das Comunicações ficará responsável pelo Plano Nacional de Banda Larga (Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) e pela coordenação de outros projetos de inclusão do Minicom, além dos demais de órgãos do governo federal.

Ao assumir o Minicom, Bernardo informou que a nova secretaria começa a desenvolver suas atividades ainda em janeiro. Entretanto, não quis revelar quem seria o escolhido para comandá-la. Nomes como o do assessor especial da Casa Civil na época de Dilma Russeff, André Barbosa, chegou a ser ventilado.

Atualmente, os assuntos nesta área dentro do Minicom estão distribuídos entre o Departamento de Serviços de Inclusão e a Coordenação de Assuntos Especiais. Agora Bernardo quer concentrar todas as ações em uma secretaria específica.

O principal projeto da pasta será o PNBL, que não vinha sendo conduzido pelo Minicom. Desde sua criação no ano passado, o programa estava nas mãos do assessor da presidência da República, Cesar Alvarez, que acaba de assumir a secretaria executiva do Minicom.

No novo cargo, Alvarez será o braço direito de Bernardo, acompanhando não apenas o PNBL como todas as ações do ministério. Lá ele lidará com as questões políticas e regulatórias, envolvendo as teles e outros atores do setor. Ele responderá pelo Minicom na ausência do ministro. 
 
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar