Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MCT E SOFTEX VÃO CERTIFICAR MAIS 150 EMPRESAS DE TI

29/12/2010 01:00:00

O anúncio foi feito pelo coordenador do programa Melhoria de Processos do Software Brasileiro (MPS.BR), Kival Weber. O número de empresas brasileiras desenvolvedoras de softwares certificadas pelo programa, que além de promover a melhoria no processo do software brasileiro também atesta a qualidade desses produtos, passará de 250 para 400 até dezembro do próximo ano. É essa a meta do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Softex Nacional. O programa já dispõe de R$ 2,3 milhões para aplicar na certificação de 110 micro e pequenas empresas em todo o Brasil. Recursos do MCT, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

"Já asseguramos cerca de 40% dos recursos e as empresas estão aplicando mais 30%. O restante será capitalizado, de forma que o total de investimento será superior a esse montante?, ressaltou o coordenador, que também representa a Softex Nacional. Segundo Weber, o projeto engloba certificações de empresas de todas as regiões do País, sobretudo de Minas Gerais e São Paulo.

O MPS.BR tem aceitação internacional e é imprescindível para que micro e pequenas empresas tenham acesso às compras governamentais do setor, já que a maioria dos editais exige esse tipo de certificação baseada nas normas ISO/IEC 12207 e ISO/IEC 15504.

No Brasil, uma das principais vantagens do modelo é o custo reduzido de certificação em relação às normas estrangeiras, por isso, é apropriado para micro e pequenas empresas. O programa conta com 12 instituições avaliadoras em todo o País e uma equipe de 368 avaliadores e 90 consultores credenciados.

Das 250 avaliações já realizadas, 56% foram voltadas para o segmento da micro e pequena empresa. O MPS.BR é um movimento que visa a melhoria e estabelecimento de um modelo de qualidade de processo voltada para a realidade do mercado de pequenas e médias empresas desenvolvedoras de software no Brasil.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar