Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PESQUISADORES ARMAZENAM MEMÓRIA DENTRO DE UM NÚCLEO ATÔMICO

20/12/2010 01:00:00

Uma pesquisa promovida por cientistas da Austrália e de Utah conseguiu armazenar memória de computadores dentro do núcleo de um átomo, segundo o Popsci. A memória guardada durou cerca de dois minutos e precisou de um ambiente especial para ser criada: uma temperatura de -270 °C e um campo magnético 200 mil vezes mais poderoso que o da Terra.

Os números parecem absurdos, mas é a primeira vez que os cientistas conseguem armazenar esse tipo de memória binária em um átomo por tanto tempo - geralmente o processo dura apenas milissegundos. Há dois anos, o mesmo grupo conseguiu armazenar a mesma memória por dois segundos. Esse tipo de memória é chamada de spintrônica, já que depende dos spins dos elétrons. 

Os cientistas mapearam os spins de um átomo de fósforo preso a um semicondutor de silício. Em seguida, usaram ondas eletromagnéticas para dar uma velocidade específica para os spins e, depois, escreverem a memória através de ondas FM.

O próximo passo é tentar diminuir o campo magnético e aumentar a temperatura necessária.

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar