Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VÍDEO: PRIMEIRO GAME PORNÔ PARA O KINECT VEM AÍ, DIZ EMPRESA

17/12/2010 01:00:00

Sejamos sinceros: ninguém ficará surpreso em saber que um desenvolvedor, enfim, criou um jogo para Kinect no qual é possível usar o sensor de movimento para acariciar corpos femininos.

A responsável pelo feito é a mesma que criou games como "3D Lesbian," "3D Gay Villa," e "3D Sexvilla 2?. Trata-se da ThriXXX, companhia conhecida por seus produtos nos quais as cenas de sexo, com avatares 3D detalhadamente desenhados, são explícitas.

?Primeiro vídeo do game pornográfico para Kinect!?, diz o comunicado da ThriXXX, que também anuncia a intenção de reformular suas criações anteriores para que elas também suportem o periférico da Microsoft.

A empresa cita ?recentes eventos da comunidade hacker que envolveram o Kinect e o software open source do dispositivo? que permitiram a eles acessar o sistema do sensor de movimento a partir do Windows, a fim de atingir um de seus objetivos: o desenvolvimento de games pornográficos, claro.

Nos últimos meses, hackers desbloquearam a câmera do produto da Microsoft e postaram demonstrações do que fizeram com isso na Internet. Um deles, inclusive, conseguiu usá-la no Windows, controlando-o, com pouca precisão, por gestos.

?A interface do Kinect oferece mais uma excitante opção para os usuários de simuladores de sexo, transformando a experiência do jogo em algo extraordinário? completa o comunicado, não sem antes exaltar a ?mágica do novo produto?.

Segundo o vice-presidente da ThriXXX, Brad Abram, as pessoas poderão praticar ?cybersexo como nunca se viu antes?. Claro que, para ele, não é nada excêntrico homens ? a maior parte dos games é voltada para o público masculino ? ?usando as mãos ou o corpo inteiro, comandos de voz e mesmo objetos eróticos, para interagir com personagens controlados pelo computador ou por outro usuário?.

Veja o primeiro demo do jogo abaixo:

 
 
 
Fonte: IdGNow
 
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar