Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VAZAMENTOS DE DADOS LEVAM MILITARES AMERICANOS A BANIR DVDS E PEN DRIVES

13/12/2010 01:00:00

Mídias removíveis, como CDs, DVDs e drives USB não são mais permitidos em computadores militares de uso restrito.

A lista negra de mídias feita pelos militares americanos é a mais recente medida de defesa contra o Wikileaks, que em meados de novembro começou a publicar centenas de milhares de mensagens confidenciais entre os Estados Unidos e os diplomatas.

O soldado de primeira classe Bradley Manning é acusado de gravar a correspondência em um CD marcado "Lady Gaga", que foi entregue ao Wikileaks.

A solução parece simples: é só banir o uso de mídia removível que os vazamentos não ocorrerão mais, já que não seria mais possível retirar arquivos confidenciais das porções secretas das redes militares. Segundo a Wired, as tropas correm o risco de enfrentar uma corte marcial caso desobedeçam a ordem.

O único problema é que mídia removível é muito importante para computadores sigilosos, que são frequentemente desconectados da rede militar. A instituição reconhece que banir mídia removível vai dificultar as operações.

Banir DVDs e memórias removíveis pode parecer um exagero, mas também é uma lembrança de que, na era da computação em nuvem, a velha mídia removível ainda representa um enorme risco de segurança. 

Veja, por exemplo, a fascinante história de um worm que se infiltrou no programa nuclear do Irã. Como a instalação não era ligada à Internet, o worm encontrou seu caminho infectando computadores domésticos naquele país e pacientemente esperou que alguém que trabalhasse na planta levasse trabalho para casa em um pen drive.

Desconfie da nuvem se quiser. Mas, se quiser lidar com informações sigilosas, às vezes é um singelo CD com a capa da Lady Gaga que o deixará em apuros.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar