Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CHROME OS AINDA NÃO É AMEAÇA PARA O WINDOWS, DIZEM ANALISTAS

09/12/2010 01:00:00

O novo sistema operacional da Google, o Chrome OS, está próximo de se tornar realidade, mas será que isso representa alguma ameaça para o Windows?

A Microsoft, obviamente diz que não, alegando que o Chrome OS é pouco mais que um navegador web e que os usuários precisam das funcionalidades ricas oferecidas por computadores Windows, sejam eles desktops, notebooks ou netbooks.

Mas talvez o Chrome OS ? desenvolvido para rodar aplicações na nuvem ? seja ideal para netbooks, nome que já sugere um dispositivo voltado para navegação na web.

Andrew Borg, analista da Aberdeen Group, acredita que o Chrome OS terá impacto no Windows apenas em um futuro distante. ?Não acredito que haverá muito impacto a curto prazo. A noção de um sistema operacional baseado na nuvem contra um sistema operacional centralizado em arquivos faz muito sentido, mas requer uma conexão extremamente rápida e armazenamento muito acessível na nuvem?, diz Borg.

O vice-presidente de engenharia do Chrome, Linus Upson, afirmou recentemente que 60% das empresas poderiam substituir seus computadores Windows por máquinas com o Chrome OS, segundo um artigo do jornal New York Times.

Mas, apesar da confiança de Upson, os pesquisadores da IDC preveem que o Windows continuará dominando o mercado de netbooks, assim como o tem feito com os desktops. Segundo o grupo, 95% dos notebooks vendidos até 2014 terão o sistema da Microsoft. Plataformas como Android, Chrome e Linux terão uma parcela mínima do mercado, segundo a firma de consultoria.

Ainda assim, as coisas acontecem rápido no mundo da tecnologia. A Google fez grandes previsões para o Chrome OS na terça-feira (08/12), dizendo que a Acer e a Samsung venderão computadores com o sistema em todo o mundo a partir do segundo semestre de 2011. Juntas, essas duas companhias representam 35% do mercado de netbooks, segundo o Gartner.

Os netbooks com Chrome OS terão criptografia, conectividade Wi-Fi e 3G e um recurso off-line para acessar o Google Docs e outros aplicativos disponíveis na Chrome Web Store. Os usuários não terão que se preocupar com atualizações de segurança, já que elas serão feitas automaticamente e os netbooks ficarão mais rápidos com o tempo, por meio de atualizações frequentes do sistema e pela ausência de aplicações instaladas que poderiam reduzir o desempenho do hardware.

Para o mercado corporativo, a Google se uniu à Citrix para integrar os netbooks Chrome ao Citrix Receiver, uma opção para acessar aplicações corporativas remotamente, como a SAP.

A entrada da Google no mercado de netbooks significa que a Microsoft não pode ficar parada caso queira manter o domínio. Mas, mesmo se o sistema baseado na nuvem ganhe a batalha, isso não impedirá que a Microsoft vença em seu próprio jogo.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar