Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EXPORTAÇÕES DE BENS DE INFORMÁTICA E DE TELECOMUNICAÇÕES CAEM

08/12/2010 01:00:00

As exportações de produtos elétricos e eletrônicos, no mês de outubro de 2010, somaram US$ 672,1 milhões, com crescimento de 4,2% na comparação com outubro de 2009, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, Abinne. Apenas dois segmentos registraram queda: o de bens de Informática (-54,3%) e o de Telecomunicações (-21,2%).

Por outro lado, as exportações de bens de Automação cresceram 75,5%, em função, principalmente, do incremento de 284% nas vendas externas de distribuidores automáticos de papel-moeda, que somaram US$ 6,5 milhões.Além de Automação Industrial, as maiores taxas de crescimento foram das exportações de Materiais Elétricos de Instalação (+26,5%), Equipamentos Industriais (+24,4%) e Utilidades Domésticas (+23,6%). Entre elas, a exportação de televisores cresceu 496% em comparação a outubro de 2009.

Entre as quedas mais expressivas nos segmentos de bens de Informática e de Telecomunicações, estão as vendas externas de monitores de vídeo (-96%), que passaram de US$ 10 milhões, em outubro de 2009, para US$ 393 mil, em outubro de 2010, e de telefones celulares (-27%). Vale ressaltar que os celulares continuam sendo o principal item das exportações, somando US$ 862 milhões, participando com 14% do total.

Importações crescem

Já com relação às importações, os Componentes Elétricos e Eletrônicos foram responsáveis por mais da metade do montante importado do setor, totalizado US$ 15,43 bilhões. Dentre seus principais itens estão os mais importados do setor: os componentes para telecomunicações, os semicondutores e os componentes para informática, que juntos atingiram US$ 10,5 bilhões.

Nota-se que os dez produtos mais importados do setor apontaram expansão em relação a janeiro-outubro de 2009, com taxas acima de 18%. Dentre eles, destacam-se os componentes para telecomunicações, que tiveram aumento de 90%.

No geral, as importações de produtos da indústria elétrica e eletrônica, alcançaram US$ 3,13 bilhões em outubro de 2010. Portanto, 17,6% superiores às realizadas em outubro de 2009. Com exceção de GTD - Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica - (-5,7%), todas as áreas apontaram incremento.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, as importações do segmento de Telecomunicações foram 19,8% maiores que em igual período de 2009. E as de Informática, 46,3%.

Déficit aumenta

Resultado: no acumulado de janeiro a outubro de 2010, o déficit da balança comercial de produtos eletroeletrônicos atingiu US$ 22,7 bilhões, 62% acima do registrado no igual período de 2009 (US$ 14,0 bilhões). Resultado foi superior também ao registrado no mesmo período de 2008 (US$ 19,4 bilhões), apontando expansão de 17%.

Vale ressaltar que , nos primeiros dez meses deste ano, o saldo negativo da balança já superou o resultado acumulado no ano inteiro de 2008 (US$ 22,1 bilhões), que foi recorde histórico do setor.

Para o ano de 2010, as projeções indicam que o déficit deverá alcançar US$ 27,5 bilhões, o que representa incremento de 57% em relação a 2009. (US$ 17,5 bilhões).
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar