Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ELECTRONIC ARTS NÃO QUER MAIS FAZER JOGOS BASEADOS EM FILMES, DIZ PRESIDENTE

01/12/2010 01:00:00

Apesar de reconhecer a importância dos jogos licenciados de filmes para o crescimento de uma distribuidora, a Electronic Arts acredita que este tipo de jogo "está morrendo, assim como aconteceu com os dinossauros".

A afirmação veio diretamente do presidente da companhia, Frank Gibeau, em entrevista ao site Developer "O negócio de jogos baseados em filmes está em decadência", enfatizou Gibeau ao comentar sobre a perda dos direitos da série James Bond para a Bizarre Creations "Nós perdemos aquela licença, pois percebemos que nós precisamos de mais propriedades intelectuais próprias e não gostávamos dos rumos levados para James Bond devido às limitações criativas de seus jogos".

Desta forma, Gibeau acredita que a EA economiza dinheiro para investir em novos conceitos e personagens "A porcentagem de royalities que se paga para obter a licença segue na contra mão dos investimentos das distribuidoras. Considerando o total de dinheiro que gastamos nos nossos jogos do James Bond e todas as horas gastas para desenvolvê-los, pensamos ´vamos trabalhar com nossas próprias propriedades intelectuais!´ Os caras que fizeram os jogos do James Bond para nós foram os mesmos que fizeram ´Dead Space´", finaliza.

Produzido pelo estúdio Bizarre Creations, dos jogos "Project Gotham Racing" com distribuição da Activision, "James Bond 007: Blood Stone" é a mais recente aventura do famoso espião nos videogames. Com um sistema de combates corporal e cenários em que será necessário conduzir veículos, o jogo disponível para as plataformas xbox 360, PlayStation 3 e PC também tem a opção de modos multiplayer para até 16 jogadores.

 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar