Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PRÁTICAS AUMENTAM SEGURANÇA DE DONOS DE SMARTPHONES

29/11/2010 01:00:00

Onde existem informações que podem render dinheiro, existem pessoas criando os mais diversos truques para roubá-las. Isso também vale no mundo dos computadores e dos smartphones, onde a criatividade dos cibercriminosos só cresce.

"Os primeiros vírus para celular tinham o intuito de dificultar o funcionamento do aparelho, mas, nos últimos anos, registramos ameaças para fins de roubo. Tanto para roubar dados quanto para causar prejuízos financeiros", diz Fábio Assolini, da Kaspersky.

Assolini destaca que o download de aplicativos de ordem duvidosa é um dos grandes problemas da segurança móvel no Brasil. "No meio do programa baixado, pode vir um ´presentinho´."

Bruno Rossini, da Symantec, lembra também das ameaças mais simples, como os spams que chegam por SMS e dos sites para aparelhos móveis que podem tornar o usuário uma vítima.

E nenhuma plataforma está a salvo. José Matias Neto, da McAfee, ressalta que todos os sistemas estão vulneráveis aos ataques, mas são mais explorados os que são mais usados. No Brasil, Symbian e Windows Mobile correm mais risco.

Para prevenir os ataques, não existem práticas de segurança definitivas, mas alguns tipos de comportamento e programas podem deixar o usuário menos vulnerável.

Os especialistas consultados pela Folha recomendam que você tome cuidado com os aplicativos que baixa. Também é importante manter a conexão Bluetooth desligada, já que alguns vírus móveis usam o canal para ser transmitidos de um aparelho para o outro.

Outra dica é instalar um programa de antivírus no aparelho. Geralmente, esses tipos de programa também trazem outras funções úteis. Alguns deles permitem fazer backup dos dados do aparelho e rastrear o smartphone em caso de roubo ou perda.

Também é importante travar o aparelho com uma senha, principalmente se o usuário carrega nele informações confidenciais.

Ao visitar redes sociais, é recomendável não deixar a senha armazenada nos aplicativos.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar