Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL TEM UM CELULAR POR HABITANTE

19/11/2010 01:00:00

 

Dados da Anatel comprovam que houve um incremento de 116% no segmento 3G de janeiro a outubro - somando celulares e modems de acesso à banda larga. Os celulares 3G somaram 12.926.243, e passaram a responder por 6,65% do ranking. Isso significa que, em outubro, foram adicionados 780.893 novos celulares à base.

Por sua vez, os dispositivos de acesso à banda larga móvel - comprovando a estratégia das teles de minimizar as suas ofertas na área - estabilizaram o ritmo de crescimento e ficaram em 5.783.652, registrando em outubro, apenas 120.923 novas habilitações. No total, no mês, foram habilitados 18.709.895 de acessos 3G.

Ainda segundo a agência reguladora, a telefonia móvel ultrapassou, em outubro, a marca de um celular por habitante. Com 2.967.108 de habilitações em no mês (crescimento de 1,55% em relação a setembro), o Brasil chega a 194.439.250 de acessos do Serviço Móvel Pessoal (SMP) e teledensidade de 100,44 acessos por 100 habitantes (crescimento de 1,48% sobre o mês anterior).

No ano, o serviço registrou 20.479.882 novas habilitações, o que representa um crescimento 11,77% e um aumento de 10,92% na teledensidade. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira, 18/11, pelo presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg.

Em outubro, 12 Estados já possuíam mais de um celular por habitante: Distrito Federal, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso, Santa Catarina, Rondônia, Espírito Santo, Pernambuco e Paraná. Do total de acessos, 159.811.754 (82,19%) são pré-pagos. Os demais 34.627.496 (17,81%), pós-pagos.

No ranking das operadoras, a Vivo mantém o primeiro lugar com 30,03% do market share e 58.317.402 de assinantes, mas caiu em relação a setembro, onde tinha 30,14%. A Claro ficou na segunda posição com 25,58% e 49.740.391 assinantes - uma reação ante setembro, quando fechou com 25, 47%.

A TIM, que quer recuperar a segunda posição, ficou com 24,67% e 47.972.907 assinantes - mantendo a tendência de alta, uam vez que em setembro respondia por 24,52%. Na quarta posição está a Oi, que registra queda de market share pelo sexto mês seguido, ficando com 19.35% e 37.621.539 assinantes, quando em setembro, respondia por 19,74%.

O presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, anunciou os números da densidade móvel brasileira. Assistam pela CDTV:

 
 
 
Fonte: Convergencia Digital
 
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar