Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RACISMO NO TWITTER: SAFERNET DENUNCIA AO MP MAIS DE MIL PERFIS DE USUÁRIOS

08/11/2010 01:00:00

A SaferNet, ong que combate crimes e violações dos Direitos Humanos na internet, denunciou ao Ministério Público Federal, em São Paulo, 1037 perfis do Twitter que postaram mensagens contra os nordestinos. No total, a ong recebeu por meio de seu site mais de 10 mil denúncias, disse ao IDG Now! o presidente da SaferNet, Thiago Tavares.

?Esse número de 10 mil refere-se ao total recebido. Eliminando-se a duplicidade de mensagens, chegamos ao número de 1037″, diz.

?Só referem à garota Mayara foram de mais de 800 denúncias, ou seja, o tweet dela contra os nordestinos nos foi enviado mais de 800 vezes?.

?Agora, o Ministério Público vai analisar o caso e decidir se arquiva ou se aprofunda as investigações?, afirma.

Como tudo começou

As mensagens contra os nordestinos se disseminaram no Twitter depois do anúncio da vitória de Dilma Rousseff, no domingo. Alguns usuários do Twitter começaram a criticar os nordestinos, responsabilizando-os pela vitória da candidata do PT.

Nesta semana, a OAB-PE entrou com uma notícia-crime no Ministério Público Federal em São Paulo contra uma usuária por ela ter postado o seguinte tweet: ??Nordestisto? não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado?, escrito desta forma, com erro de português.

?Isso não significa que não possamos, no transcorrer do processo, oferecer notícia-crime às outras pessoas que também postaram mensagens preconceituosas?, afirmou ao IDG Now! na ocasião Henrique Mariano, presidente da OAB-PE.

?A entrega da notícia-crime ao MP foi protocolada na quarta-feira (dia 3/11). Agora, estamos aguardando uma resposta do ministério sobre o caso?, disse hoje Mariano.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar