Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LANÇADO OFICIALMENTE O BLEKKO, BUSCADOR DE CONTEÚDO COLABORATIVO

01/11/2010 01:00:00

Com investimentos na casa dos 24 milhões de dólares, o buscador de conteúdo Blekko começa a funcionar a partir de hoje, 1/11, depois de passar 3 anos e alguns meses sendo apurado por engenheiros (alguns ex-Google). O objetivo é oferecer pesquisas na web usando personalização e processos colaborativos. O mecanismo de buscas foi posto no ar cinco horas antes do previsto. À base de um roll-out em etapas, pode levar algum tempo até que todos os usuários consigam acessar o site. 

Por enquanto, só conseguimos realizar uma pesquisa quando logados no sistema. A solicitação para login será eliminada gradativamente, informa o Blekko via uma mensagem no twitter, agora às 22h35 de 31/10.

A partir das 23h55 de 31/10, vários usuários no Brasil já conseguiam acessar o serviço de buscas sem ter de realizar login.

?Hoje damos o primeiro passo no processo de estruturação de um exército de internautas disposto a eliminar resultados de baixa relevância e spams?, afirma Rich Skrenta, CEO da Blekko. Skrenta acredita que à medida que a web ganha cada vez mais conteúdo, introduzir um componente humano na filtragem, sem fazer da busca um processo trabalhoso.

O Blekko se vale de slashtags (barras invertidas) em que o usuário filtra os resultados de acordo com o tipo de informação que deseja. E, inicialmente, oferece sete categorias pré-programadas: health (saúde), Money (finanças), autos (automóveis), lyrics (letras de músicas), recepies (culinária), college (colegas de escola e de faculdade) e hotels (hotéis).

A seleção de categorias expressa atenção para termos com histórico de busca e de conversão robustos. Mas cada usuário pode também criar as próprias categorias. Para isso deve inserir o termo de busca  - um ou mais palavras ? seguido de uma barra invertida depois da qual cita o tipo de categoria do conteúdo que busca.

O Blekko foi ao ar, em faz experimental, no mês de julho de 2010. Desde então, mais de três mil categorias foram criadas por usuários que visitaram o site.

A empresa é mantida por um grupo de investidores formado pela US Venture Partners e pela CMEA Capital.

Os membros da equipe desenvolvedora do Blekko vêm de uma longa trajetória profissional voltada à organização de conteúdo digital. Seus principais colaboradores foram responsáveis pela formação do Open Diretctory Project, que pode reunir mais de 80 mil editores de forma voluntária. Antes de ser adquirido pela Netscape, a equipe já havia segmentado mais de um milhão de categorias diferentes de conteúdo.

Outro representante do legado da Blekko é o Topix, plataforma que conecta usuários com interesse por informações referentes aos seus locais de residência, nos EUA. Nos fóruns colaborativos do Topix, mais de 360 mil municípios americanos mantém grupos de discussão em que trocam informações sobre assuntos de suas cidades. A Topix é, hoje, uma empresa privada e pertence a um conglomerado de empresas de comunicação formado por Gannett Co., The McClatchy Company e a Tribune Company.

Por enquanto, as buscas na web com o Blekko são concentradas em uma base de dados com sites predominantemente norte-americanos.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar