Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RECALL DE VEÍCULOS PODERÁ SER CONSULTADO NA INTERNET

15/10/2010

Os ministérios da Justiça e das Cidades assinaram nesta quinta-feira (14/10) um acordo de cooperação técnica que cria o Sistema de Registro de Avisos de Risco. Ele vai armazenar as ocorrências de recall de veículos automotores de todo o país e poderá ser consultado por qualquer pessoa via Internet.

As informações serão obtidas por meio de troca de informações entre o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), do Ministério das Cidades.

Segundo o ministro das Cidades, Marcio Fortes, o sistema estará disponível a partir de 1º de novembro e o acesso se dará por meio do site do Denatran. ?A montadora vende um carro e sabe quem foi o primeiro comprador, mas não tem condições de notificar o efetivo proprietário. O [atual] proprietário pode não ser atingido?, disse o ministro.

A consulta sobre a situação do veículo poderá ser feita ao digitar o número do Renavan do veículo e o CPF do proprietário.

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Telles Barreto, informou que se o proprietário não fizer o recall do veículo essa informação ficará registrada na página do Denatran. Segundo o ministro, essa é uma garantia de que o conserto será feito. ?Por questões de segurança e para regularização daquele veículo ele deverá comparecer a uma concessionária e fazer o conserto?, disse.

Perguntado se isso poderia surtir como uma medida punitiva para o proprietário do veículo, ele negou. Para o ministro, essa é uma medida de transparência. ?É só um registro de que aquele veículo deveria ter feito o recall. A montadora se dispôs a fazer o conserto de graça e é uma responsabilidade do consumidor levar esse veículo para fazer esse conserto. Caso não faça vai ficar registrado e ele poderá fazer isso a qualquer momento?, explicou.

Segundo informações do Ministério da Justiça, até outubro deste ano foram feitas 34 chamadas de recall, sendo um pouco mais de um milhão de veículos ? entre carros, caminhões e motos ? que devem fazer o conserto. No ano passado, foram 36 chamadas de consertos, o que representa mais de 720 mil veículos.
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar