Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MINEIROS CHILENOS SERÃO LIBERTADOS COM A AJUDA DE DIVERSAS TECNOLOGIAS

13/10/2010

Mineiros chilenos serão libertados nesta terça-feira (12) com a ajuda de diversas tecnologias 
 
 

Desde o dia 5 de agosto o mundo tem acompanhado o sofrimentos dos mineiros que estão presos na mina San José - na região do deserto do Atacama - após um desabamento de terra. Os 32 chilenos e um boliviano estão um uma sala de emergência com um espaço limitado a 25 metros quadrados de área e soterrados a 622 metros de profundidade há mais de dois meses.

Devido a possibilidade de novos desabamentos, a única solução encontrada para salvar os mineiros foi perfurar um novo túnel e içá-los. Mas a escavação conseguia avançar, no máximo, dez metros de profundidade por dia. Este é o motivo pelo qual a operação demorou tanto para ser concluída. 

Porém, a boa notícia é que a partir de hoje, terça-feira, os mineradores poderão começar a ser retirados. Ainda há controvérsias com relação ao horário do início dos trabalhos, mas as últimas informações dão conta de que eles devem se iniciar por volta das 22h00 de hoje (12 de outubro).  Uma cápsula de aço, projetada pela Marinha chilena, será responsável pelo transporte dos trabalhadores. A cápsula tem 4 metros de altura, 450 quilos, possui tubos de oxigênio, equipamento de comunicação e um sistema de aferição dos sinais vitais de alta tecnologia. A subida deve durar cerca de 15 minutos, e o tempo estimado de retirada entre um homem e outro será de uma hora, o que fará com que o tempo total de resgate dure cerca de 36 horas.

Antes de começar a retirada dos mineradores, serão feitos testes para comprovar que a subida da cápsula de resgate é segura. Oficiais da Marinha irão descer para avaliar a situação e ajudar os mineiros a utilizar a cápsula. 

Também foi decidido que apenas o primeiro trecho do túnel terá revestimento metálico. O local a ser revestido é a zona onde tem a maior probabilidade de queda de pedras, o que poderia dificultar o deslizamento da cápsula que irá transportar os mineiros para fora. "Revisamos isso com vários grupos de geólogos e geomecânicos, chegando à conclusão de que este duto não deve ser forrado de forma completa", afirmou o ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich.

De acordo com ministro, os trabalhadores irão receber alimentação especial trazida dos Estados Unidos e seguirão as dicas da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) para a operação de resgate. Ele explicou que a dieta especial deve assegurar que eles mantenham um bom nível de pressão arterial durante a retirada. Além disso, os mineiros estão fazendo uma atividade especial de preparação física para aguentar o resgate.

Ainda como parte da ação de retirada, os mineradores receberão roupas feitas de material especial, luvas, água e óculos escuros para que não sofram danos visuais depois de tanto tempo na escuridão.

Após serem retirados do abrigo subterrâneo, os mineradores receberão tratamento psicológico para ajudá-los a se recompor da experiência traumática. No total, os 33 homens permaneceram mais de dois meses soterrados a 622 metros de profundidade. Durante este período centenas de pessoas, organizações e empresas trabalharam para auxiliar na retirada dos trabalhadores.

Big Brother Chileno

Em setembro, as equipes de resgate instalaram um sistema de fibra ótica dentro dos túneis para obter sinal de áudio e vídeo. Semelhante com o que acontece em um reality show, os mineiros foram gravados 24 horas por dia. O motivo, segundo os responsáveis, era a segurança. Com os vídeos, as equipes poderiam descobrir rapidamente algum problema, como o aumento do fluxo de água no túnel, por exemplo.

O sistema de gravação também ajudou na comunicação. Familiares puderam ver seus rostos e até receber mensagens dos homens presos. A Nasa, que se juntou à equipe de salvamento em setembro, também afirmou que os vídeos foram importantes para monitorar a variação do estado de ânimo dos mineiros. "Os chilenos estão muito preparados; os mineiros fizeram muito por si, se organizaram para sobreviver", disse em entrevista à TV Nasa o Dr. Michael Duncan, médico e chefe da missão.

A equipe de especialistas da Agência Espacial Norte-Americana chegou ao local acompanhada de um médico, um nutricionista, um engenheiro e um psicólogo, todos disponíveis para ajudar os mineiros a qualquer momento.

Passatempo diário

Além de comida e roupa, os trabalhadores também receberam consoles PSP para aliviar a freqüente tensão em que viviam. O uso dos consoles portáteis da Sony foi a maneira que os especialistas acharam para ajudar os mineiros que estavam com sinais de forte depressão. 

 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar