Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOLPES ON-LINE INVADEM JOGO DE RPG WORLD OF WARCRAFT

04/10/2010

Fanáticos por RPG devem ficar atentos às ameaças virtuais que vêm se espalhando pelo WoW (World of Warcraft). Com mais de 11,5 milhões de assinantes, o jogo desenvolvido pela Blizzard Entertainment tornou-se um dos mais populares do mundo e, consequentemente, alvo de criminosos. Diante disso, a Trend Micro, empresa especializada em segurança virtual, fez uma pesquisa para descobrir algumas das fraudes que mais acometem o game.

A mais comum é uma mensagem que chega pelo sistema de chat do WoW para oferecer presentes virtuais ao jogador, como animais de estimação, montarias e veículos que fazem parte do jogo. Para adquirir esses prêmios, o usuário deve se registrar em um website incluso na mensagem, que na verdade é um site de phishing ("pescaria" em inglês, site feito para capturar dados pessoais), criado para roubar da vítima suas credenciais no Battle.net; domínio de jogos online da Blizzard.

Divulgação
Ilustração de Cataclysm, expansão de World of Warcraft; jogo tem vários golpistas on-line
Ilustração de Cataclysm, expansão de World of Warcraft; jogo tem vários golpistas on-line

Outra nova abordagem observada é a utilização do sistema postal do WoW. Neste truque, URLs de phishing são enviadas pelo correio do game e aparecem nas caixas de entrada dos jogadores. A mensagem combina vários elementos de outros lançamentos da Blizzard, como Starcraft 2, e a próxima expansão do WoW, o Cataclysm. Para aumentar ainda mais a credibilidade, a URL maliciosa contém as palavras worldofwarcraft e uma abreviação de Cataclysm.

MANIPULAÇÃO

Criminosos que atuam no WoW também se utilizam de uma tática que consiste em se passar por uma autoridade. Simulam ser funcionários da Blizzard, e ameaçam suspender as contas dos jogadores caso estes não se registrem em um website incluso numa mensagem do chat. Como o link direciona a um site muito parecido com o original, o usuário pode ser levado a crer que esta URL tenha relação com o WoW Armory, um site oficial com informações sobre personagens e itens do jogo. Porém, da mesma maneira que o ataque mencionado anteriormente, o jogador é conduzido a um site de phishing.

Para proteger seus clientes, a Blizzard intensificou sua campanha informativa na página sobre segurança do Battle.net. Além disso, a empresa fornece maneiras bastante acessíveis dentro do jogo para denunciar usuários que abusam dos sistemas de chat e de correio.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar