Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

QUADRILHA INTERNACIONAL ROUBOU MAIS DE US$ 3 MILHÕES PELA INTERNET DE BANCOS AMERICANOS

01/10/2010

Getty Image

"Ladrões online" enviavam e-mails com software espião para roubar senhas bancárias de clientes


 
Promotores de Justiça dos EUA acusaram 70 pessoas nesta terça (30) de envolvimento num esquema global de cibercrime que usou um programa malicioso para roubar mais de US$ 3 milhões de dezenas de contas bancárias no país. As informações são do ?Financial Times?.

A ação norte-americana faz parte de uma ofensiva global das autoridades que tem como alvo um conjunto de softwares maliciosos chamado ?Zeus?. Eles têm sido utilizados por milhares de criminosos em todo o mundo para golpes na web.

Os ataques funcionam por golpes que inserem o software malicioso em e-mails aparentemente normais. Uma vez abertos os e-mails, o software é instalado no computador da vítima e começa a gravar senhas e outros dados de login em contas bancárias.

Os hackers então acessam as contas e transferem milhares de dólares para contas que utilizam nomes falsos. O dinheiro depois é enviado ou carregado por ?mulas?, jovens estudantes geralmente recrutados pela internet em sites de emprego.

As pessoas acusadas pela Justiça norte-americana fazem parte do esquema de ?mulas? da operação de roubo online. Várias das contas atacadas eram do banco JP Morgan Chase.

?O assalto moderno a bancos não requer mais armas, máscaras, anotações, nem um carro para fuga?, disse Preet Bharara, promotor de Manhattan. ?Ele apenas requer internet e ingenuidade?, completou.
 

Fraude na Inglaterra

Na quarta (19), a polícia britânica prendeu 19 pessoas suspeitas de participarem de uma fraude online que afetou milhares de clientes de alguns dos maiores bancos do mundo, afirmou um porta-voz das autoridades nesta quarta-feira.

A Polícia Metropolitana de Londres disse que 6 milhões de libras foram roubadas de diversos grandes bancos não identificados em um período de três meses. O número final deve aumentar conforme avança a investigação.

Detetives disseram que a quadrilha é suspeita de infectar milhares de computadores na Grã-Bretanha com programas invasivos que lhe deram acesso a detalhes bancários de internautas.

"Acreditamos ter desmantelado uma rede criminosa altamente organizada que usou métodos sofisticados para desviar uma grande quantidade de dinheiro de muitas pessoas inocentes", disse o inspetor-chefe Terry Wilson, da unidade de crimes de Internet da polícia, sediada na Scotland Yard.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar