Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SILVER LAKE COMPRA FATIA DA LOCAWEB E DESEMBARCA NO BRASIL

20/09/2010

O grupo de private equity Silver Lake está chegando à América Latina com a compra de uma participação minoritária da Locaweb, empresa brasileira de hospedagem de sites e "cloud computing", de olho na expansão acelerada da Internet no Brasil.

Detalhes financeiros da transação, bem como a fatia comprada da Locaweb, não foram relevados. A Silver Lake, sediada nos Estados Unidos, diz ser a maior investidora global de private equity em companhias de tecnologia da informação, com cerca de 14 bilhões de dólares alocados em gigantes de tecnologia incluindo Skype, Nasdaq OMX e Avaya.

A operação no Brasil, anunciada neste domingo, foi realizada por meio da Silver Lake Sumeru, braço de investimentos em empresas de médio porte.

O investimento na Locaweb foi visto pela Silver Lake como o melhor veículo para aproveitar-se da expansão da Internet no Brasil, quinto maior mercado do setor no mundo e onde o número de endereços de páginas na Web cresce cerca de 27 por cento ao ano.

A aposta é que o mercado nacional evolua rapidamente nos próximos anos até atingir a média internacional. Hoje, há um site para cada 30 habitantes. Na Alemanha, a média é de um domínio de Internet para cada 2,5 cidadãos.

"Vemos grandes possibilidades de ganhos de escala", disse à Reuters o diretor-gerente da Silver Lake Sumeru, Kyle Ryland.

Segundo o executivo, novas oportunidades no mercado brasileiro de tecnologia da informação já estão sendo avaliadas e podem ser anunciadas em breve. "Estamos certamente olhando para outras oportunidades no país."

"CLOUD COMPUTING"

Para a Locaweb, o aporte servirá para elevar os investimentos em seu segundo data center, inaugurado no ano passado, e ampliar a oferta do chamado "cloud computing" (computação nas nuvens), sistema em que programas de computador e arquivos são armazenados na Internet.

"É uma poderosa ferramenta para oferecer mais serviços para empresas", disse o fundador e presidente-executivo da Locaweb, Gilberto Mautner.

Criada em 1998, a Locaweb vem crescendo a receita num passo de 35 a 40 por cento ao ano. Em 2009, quando faturou 131 milhões de reais, a companhia estreou no exterior, com a inauguração de um centro técnico em Miami, nos EUA, e outro de serviços de suporte em Montevidéu, no Uruguai.

Com o aporte da Silver Lake, a Locaweb quer consolidar a liderança que a empresa possui --atualmente, a companhia hospeda um de cada quatro sites com final ".br" --organicamente e, agora, também via aquisições.

Com o negócio mais encorpado, Mautner já avista o horizonte em que a companhia chegará ao mercado de capitais com uma oferta de ações. Na realidade, seria a retomada de um processo de 2007, quando a Locaweb, que já é uma Sociedade Anômina, pediu registro para sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Porém, a empresa voltou atrás diante das seguidas idas e vindas dos mercados financeiros globais.

"Se as condições de mercado permitirem, sim, está no radar", disse o presidente-executivo da Locaweb.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar