Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK NEGA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA OPERACIONAL PARA CELULARES

20/09/2010

?O Facebook não está construindo um telefone?, garantiu hoje aos jornalistas americanos o porta-voz da empresa,  Jaime Schöpflin, desmentindo notícia publicada no inicio do dia pelo site TechCrunch.

Segundo o TechCrunch, o desenvolvimento de um sistema operacional próprio para plataformas móveis teria sido o motivo de o Facebook contratar Joe Hewitt e Matthew Papakipos, esse último ex-diretor de engenharia do Google, responsável pelo desenvolvimento do navegador e do sistema operacional Chrome, e que deixou o gigante das buscas em junho.

O TechCrunch respondeu à negativa do Facebook com um artigo lembrando que, em 2007, o Google também negou várias vezes estar trabalhando em um Google Phone. Mas, anos depois, anunciou o Android. Da mesma forma, a Apple negou várias vezes a criação de um telefone, antes de lançar do iPhone. Portanto? A tese da equipe do TechCrunch é a de onde há fumaça, há fogo. E que a empresa de Mark Zuckerberg estaria rezando pela mesma cartilha. Nega o desenvolvimento de um telefone, mas não o de um sistema, argumenta o TechCrunch.

De fato, o Facebook não nega que a contratação de Hewitt e Papakipos esteja ligada ao foco maior no desenvolvimento de recursos para telefonia celular. ?Projetos em curso no Facebook incluem integrações mais profundas com alguns fabricantes?, admitiu  o porta-voz. Mas sempre no sentido de incluir conexões da rede social com os aparelhos, para facilitar o acesso e o uso. Tanto que, no fim de agosto, o Facebook divulgou um site de acesso rápido e gratuito via celular, o 0.facebook.com, disponível em 45 países, incluindo o Brasil.

Minha opinião? Não acredito que o Facebook esteja planejando entrar em um mercado tão saturado como o de sistemas operacionais para celulares, disputado por grandes players como Apple, Google, RIM, Microsoft e Nokia. A menos que tenha algo realmente extraordinário na manga. Caso contrário, é mais lógico que planeje realmente trabalhar mais estreitamente com as plataformas existentes, e não criar a sua própria.

A ver.
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar