Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT: WINDOWS CONTINUA RELEVANTE NA VIRTUALIZAÇÃO

03/09/2010

Nesta semana, o CEO da Vmware, Paul Maritz, fez uma afirmação de que os sistemas operacionais deixarão de ser o centro de inovação no ambiente de TI. Em resposta, a Microsoft afirmou que não acredita que o Windows perderá sua relevância por conta da virtualização.

Na realidade, Maritz não previu o fim do Windows, mas argumentou, durante palestra no VMWorld ? evento promovido pela VMware nesta semana, em San Francisco (Estados Unidos) ?, que a capacidade dos sistemas operacionais de gerenciar o hardware e as aplicações tem sido reduzida com o uso do software de virtualização. 

A maioria dos clientes da Vmware, no entanto, continua a ser usuária do Windows e, sem os sistemas operacionais, a virtualização não faria sentido, afirmou Mike Neil, gerente-geral de virtualização de servidores e da divisão Windows Server da Microsoft.

?O hypervisor (máquina virtual) e a camada de virtualização, que são os principais interesses da VMware, representam tecnologias interessantes. Mas são uma boa ferramenta para um sistema operacional?, pontuou Neil.

O executivo respondeu ainda às críticas de Maritz, o qual afirmou que, nos últimos 20 anos, não houve nenhuma grande inovação nos sistemas operacionais. ?Eu acho que se eu fosse uma empresa que liderou apenas o desenvolvimento de uma plataforma de virtualização, eu também gostaria de desviar a atenção de onde a inovação realmente está ocorrendo na indústria, que é no sistema operacional?, afirmou o gerente da Microsoft.

A batalha declarada entre as duas empresas levou ainda a Microsoft a divulgar no jornal norte-americano USA Today um anúncio, nesta semana, no qual incentiva os clientes a não assinar contratos de longo prazo com a VMware.

A fornecedora argumentou que os clientes têm agora mais opções de sistemas de virtualização, quando estão rodando aplicações de missão crítica da Microsoft, do que só utilizar a solução fornecida pela VMware. Entre as opções, a empresa sugeriu que as organizações estudem a possibilidade de contratar as aplicações no modelo de cloud computing ou no modelo de terceirização tradicional. Outra alternativa seria o uso da Hyper-V, software de virtualização incluído no Windows Server.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar