Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

POLÍCIA ESLOVENA PRENDE TRÊS PESSOAS LIGADAS À BOTNET MARIPOSA

29/07/2010

A polícia da Eslovênia vai conceder uma entrevista coletiva à imprensa na sexta-feira (30/7) para fornecer detalhes sobre a prisão de três homens que tinham conexão com a botnet Mariposa, desmantelada no fim de 2009.

Um homem de 23 anos foi preso em Maribor, na Eslovênia, há cerca de dez dias, disse Leon Keder, porta-voz da polícia nacional eslovena. O homem foi solto, mas deverá responder por crimes relacionados a informática, explicou Keder. O FBI, polícia federal americana, confirmou a prisão na manhã desta quarta-feira (28/7).

Duas outras pessoas também foram presas. Seus nomes não puderam ser divulgados por causa de restrições legais eslovenas, informou Keder.

Milhões de computadores em todo o mundo foram infectados pelo código da botnet Mariposa. O programa facilitava a invasão dos PCs por hackers e o sequestro de dados dessas máquinas, que também serviam de base para o lançamento de ataques de negação de serviço contra grandes sites.

O diretor do FBI, Robert S. Mueller, disse em março que a botnet Mariposa infectou computadores de empresas da lista Fortune 1000 e de grandes bancos. Os criadores da Mariposa mudavam o código da botnet frequentemente, às vezes a cada 48 horas, para que ele não fosse descoberto por softwares de segurança.

Mas os controladores da botnet cometeram um erro: usaram um de seus nomes verdadeiros para registrar domínios que eram usados para controlar os bots. Eles usaram uma empresa privada de registro de domínios, mas ela colaborou com a investigação.

Pesquisadores de segurança chegaram a formar um grupo de trabalho para derrubar a rede. Seus servidores de comando e controle foram desmantelados em dezembro, e o grupo repassou suas informações às agências de investigação na Espanha e nos EUA. Em março, a Espanha prendeu três homens ligados à Mariposa.

 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar