Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT VENDE 10 LICENÇAS DO WINDOWS 7 A CADA SEGUNDO

26/07/2010

A Microsoft vendeu quase 10 cópias por segundo de seu Windows 7 durante os últimos 29 dias. O resultado, anunciado na última quinta-feira (22/07) para os analistas de Wall Street, foi revelado pelo chefe do departamento financeiro da companhia, Peter Klein.

?Com 175 milhões de licenças comercializadas até agora, este é o sistema operacional com as vendas mais rápidas da história. Hoje, 15% de todos os PCs rodam Windows 7?, destacou.

Há um mês, segundo a Microsoft, o software atingiu a marca de 150 milhões unidades comercializadas. Portanto, entre os dias 23 de junho e 21 de julho, a esse número foi adicionado 25 milhões, o que representa 9,97 cópias vendidas por segundo.

Na última terça-feira (20/7), a empresa creditou aos bons resultados do Windows 7 e ao lançamento do Office 2010 sua receita recorde entre abril e julho deste ano. A renda de 16 bilhões de dólares representou um aumento de 22% em relação ao mesmo período de 2009. O Windows foi responsável por 4,55 bilhões, mais de um bilhão acima se comparado ao segundo trimestre do ano anterior.

Números divergentes
O Windows 7 de fato superou seu antecessor, o Vista. De acordo com o levantamento da Net Aplications, empresa americana que monitora mais de 40 mil sites para fins de pesquisa, o novo sistema operacional da Microsoft já possui 14,4% de participação nos computadores do mundo, isso apenas nove meses depois de seu lançamento. O Vista, por outro lado, demorou 22 meses para atingir a mesma marca.

A declaração de Klein de que o Windows 7 já é o sistema operacional de 15% das máquinas não só vai contra a pesquisa da Net Aplications, como desmente os dados de outra firma, a irlandesa StatCounter, que diz que a proporção é de 17,6%. O porta-voz da Microsoft, Brandon Leblanc, também tem informações divergentes: para ele, o Windows 7 está em 16% dos PCs.

A Microsoft, em posição oficial divulgada nesta sexta-feira (23/07), confirmou a versão de Leblanc. A companhia afirma que os dados são obtidos a partir de uma pesquisa interna.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar