Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CISCO PAGARÁ US$ 112 MI PELO USO DO TERMO POWER-OVER-ETHERNET

20/07/2010

A Network-1 Security Solutions - empresa norte-americana que atua na gestão de propriedade intelectual - informou que venceu um processo movido contra a Cisco e quatro outras fornecedoras, pelo uso indevido da patente Power-over-Ethernet.

O processo teve início em fevereiro de 2008, quando a empresa entrou na justiça contra a Cisco e sua divisão Linksys, a Foundry Networks (atualmente Brocade), a Extreme Networks, a Enterasys, a 3Com (agora HP), a Adtran e a Netgear. A alegação dizia que essas fornecedoras estavam infringindo a patente da Network-1, que tinha os direitos sobre o termo Power-over-Ethernet (PoE).

Pela decisão da justiça dos Estados Unidos, a Cisco terá de pagar cerca de 32 milhões inicialmente, além de outros 80 milhões de dólares referentes a royalties nos últimos nove anos.

Já Adtran, Enterasys, Extreme e Foundry também concordaram em entrar na negociação pelo uso das licenças. As companhias pagarão à Network-1 um valor antecipado de aproximadamente 32 milhões de dólares para uso da patente, a qual expira em março de 2020.

Além disso, a Cisco se dispos a pagar royalties, a partir de 2011, baseada na venda de produtos PoE. O valor máximo de pagamentos deve chegar a 8 milhões de dólares até 2015, além de 9 milhões de dólares anuais pelo uso do termo.

Procurada pela redação da Network World, a Cisco não quis comentar o assunto.

Em relação à 3 Com, a empresa foi a única a ser absolvida no processo. Contudo, a decisão não vale para os futuros produtos desenvolvidos com a marca HP. A Netgear, por sua vez, não fez parte da atual decisão por conta de a companhia ter feito um acordo antecipado pelo uso da licença da Network-1.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar