Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL: RESULTADO RECORDE NO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2010

14/07/2010

A Intel anunciou ter obtido lucro líquido da ordem de 2,9 bilhões de dólares para o trimestre fiscal encerrado em 26 de junho de 2010. O resultado vem sanar as perdas registradas no mesmo período de 2009, que chegaram a 398 milhões de dólares, em virtude de multa no valor de 1,45 bilhão de dólares pagos à Comissão Europeia.

As ações da companhia nos Estados Unidos tiveram valorização de 51 centavos de dólar, superando em mais de 20% as previsões feitas pela Thomson Reuters, que estimavam um ganho de 43 centavos de dólar por ação.

No trimestre, a companhia anunciou receita de 10,8 bilhões de dólares, um salto de 34% se comparado ao trimestre-referência de 2009. Analistas de mercado estimavam que esse número chegaria à casa dos 10,3 bilhões de dólares.

Atribuídos a diversos fatores - como demanda pela linha de processadores de maior desempenho, por exemplo -, esses números denotam o "melhor trimestre dos 42 anos de existência da empresa", comemorou o presidente e CEO da Intel, Paul Otellini, em comunicado.

Recuperação
No caso do Data Center Group, voltado ao fornecimento de produtos para servidores, soluções de armazenamento e estações de trabalho, o faturamento chegou a 2,1 bilhão de dólares, um crescimento de praticamente 50% se comparado ao registrado no mesmo período de 2009. A divisão de microprocessadores do grupo trouxe um faturamento de 1,8 bilhão de dólares para os cofres da empresa.

Outra recuperação foi registrada no caso do PC Client Group; os 7,84 bilhões de dólares representam 20% a mais que o faturamento registrado no mesmo trimestre do ano passado. No total, e ao longo de 12 meses, a empresa escreve em azul o valor de 6,2 bilhões de dólares a mais na conta da linha de microprocessadores.

A Intel apresentou uma nova linha de chips para servidores e para laptops. Ao final de maio, o fabricante de processadores anunciou o desenvolvimento de mais um processador para aplicação em servidores, batizado de Knights Ferry. Esse chip mescla núcleos tradicionais da arquitetura x86 com outros cores dedicados ao processamento de aplicações de cunho científico e comercial.

Outro passo foi dado pela companhia em direção ao segmento de smartphones e do mercado de tablets. No início de maio, foi lançada a linha de processadores Moorestown - descendentes do Atom, porém voltados para dispositivos portáteis, como tablets e smartphones. No mesmo trimestre, apareceram novos chips Core, para equipar linhas de notebooks ultrafinos.

As projeções da Intel para o faturamento do terceiro trimestre de 2010 habitam a casa dos 11,6 bilhões de dólares; a tolerância é da ordem de 400 milhões, para mais ou para menos.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar