Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TWITTOU E SE DEU MAL

09/07/2010

Octavia Nasr, editora de noticiário da CNN no Oriente Médio, foi demitida pela emissora após uma tuitada na qual ela dizia respeitar um ex-dirigente do Hezbollah morto no fim de semana.

A jornalista trabalhou 20 anos na emissora. Ao repercutir no último domingo (4/7) a morte de um dos cabeças xiitas, postou no Twitter: "(Fiquei) triste por saber do falecimento do Sayyed Mohammed Hussein Fadlallah ... Um dos gigantes do Hezbollah que eu respeito muito."

O tweet, informou o jornal The New York Times, deixou simpatizantes da causa israelense indignados. Parisa Khosravi, vice-presidente-sênior da CNN International Newsgathering, afirmou em um memorando interno citado pelo Times que "teve uma conversa" com a editora e "decidimos que ela irá deixar a companhia". Procurada pela Reuters, a CNN não se manifestou. Ao Times, um porta-voz da emissora disse que "a CNN lamenta qualquer ofensa que a mensagem dela pelo Twitter possa ter causado".
Os EUA e Israel consideram o Hezbollah como um grupo terrorista.

"Ela não atendeu aos padrões editoriais da CNN. Este é um assunto sério que será tratado adequadamente." Fadlallah apoiou a República Islâmica do Irã e tinha contatos também com políticos xiitas do Iraque. Foi também líder espiritual e mentor do Hezbollah quando da sua formação em 1982, logo depois da invasão israelense no Líbano. Posteriormente, deixou o grupo por discordar da sua aproximação com o Irã.
 
 
 
Fonte: PcMagazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar