Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

´ISSO NÃO IMPORTA´, DISSE STEVE JOBS SOBRE ULTRAPASSAR VALOR DE MERCADO DA MICROSOFT

02/06/2010

Pouco adepto a aparições públicas, Steve Jobs, CEO da Apple, nesta terça-feira (1), participou da conferência All Things Digital, organizada pelo jornal americano ?The Wall Street Journal?. Questionado sobre o fato de sua empresa ter ultrapassado a Microsoft em valor de mercado, Jobs foi taxativo: ?Isso não importa. Não é importante. Não é este fato que faz você ir trabalhar todas as manhãs.?, disse em entrevista aos jornalistas Walt Mossberg e Kara Swisher. As informações são do blog Engadget.

Segurando um copo de café e trajando seu visual clássico ? com camiseta preta, tênis e calça jeans ?, Steve Jobs ao falar da situação atual da empresa, lembrou da época em que assumiu a Apple, na década de 90, quando a empresa estava prestes a falir. ?Quando eu assumi, a situação era muito pior do que eu pensava. Eu esperava que todas as pessoas boas que trabalhavam lá já tinham saído.?

Durante a sabatina, Walt Mossberg questionou ele sobre o motivo de a empresa não fazer mais dispositivos que tenham suporte à tecnologia Flash. Steve Jobs respondeu dizendo que não iniciou ?uma guerra contra o Flash?. ?Apenas decidimos não usar produtos com essa tecnologia em nossa plataforma?, afirmou. ?Nós conversamos com a Adobe e pedimos para eles nos mostrarem algo melhor, mas eles não fizeram?, comentou, explicando ainda que a tecnologia HTML 5 está em expansão.

Para explicar a decisão, o CEO da Apple contou que a empresa foi a primeira a abolir vários itens como os drives de disquete (no iMac) e drives ópticos dos computadores (no MacBookAir). ?E quando fazemos isso, às vezes as pessoas nos chamam de loucos.?

Concorrência
Steve Jobs deixou claro que não concorre diretamente com a Microsoft e que a relação com a empresa não é de ?guerra?. ?Nunca nos posicionamos como uma plataforma contra a Microsoft e, talvez por isso, que nós perdemos.?, disse ao falar do fato de o Windows ser o mais usado no mundo. O diretor-executivo da empresa afirmou que o objetivo da empresa foi sempre o de fazer uma ?plataforma melhor?.

No entanto a relação com o Google é diferente, pois ?eles decidiram competir com a gente?, disse Jobs, se referindo ao fato de a empresa lançar um sistema operacional para celulares, o Android. Jobs, porém, fez questão de ressaltar que não quer concorrer exatamente com o mesmo tipo de serviço, pois ?eles não são uma empresa de busca, mas uma companhia de inteligência artificial."

Ele ainda pontuou que não vai mandar retirar aplicativos do Google de seus produtos. ?Nós apenas queremos fazer o melhor produto possível. Só pensamos em construir o melhor.?
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar