Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

O FINAL DE LOST FOI UM EVENTO?

27/05/2010

O episódio final de Lost foi longo e com um final complexo e emotivo. Mas ele não chegou a obter índices de audiência próximos da série NCIS. Mas talvez isto seja um indicativo de uma nova televisão: Eventos que não são os mesmos de anos anteriores.
A transmissão da ABC do capítulo final de Lost atraiu aproximadamente 13,5 milhões de pessoas, de acordo com dados preliminares da Nielsen, sendo que a rede cobrou até US$ 950 mil por um comercial de 30 segundos.

O número de audiência ficou longe dos 19,2 milhões que viram o Dancing With the Stars na ABC na semana terminada em 16 de maio, ou os 17,2 milhões que viram na mesma ocasião ao NCIS na rede CBS.

Além disso, os 13,5 milhões acabaram sendo bem menos do que os 76,3 milhões de Seinfeld ou os 52,5 milhões de Friends.

Mas de alguma maneira, Lost foi sim um sucesso. A audiência final acabou sendo maior do que a media. Na mesma semana de 16 de maio, Lost havia atingido 10,3 milhões de pessoas.

Sob uma outra óptica, o nível de audiência de Lost traz uma interessante verdade sobre a TV: os anunciantes parecem pagar mais para programas que não tenham a maior audiência, mas que possuam o público mais envolvido.

Com uma audiência que busca novas maneiras de consumir vídeos - por exemplo, via downloads no iTunes ou DVR´s - não é surpresa que os programas que antes atraíam dezenas de milhões de pessoas não passem muito dos 10 milhões agora.

A ABC, claramente, favoreceu a acomodação de alguns anunciantes. Antes do começo da temporada, a Verizon patrocinou segmentos promocionais durante os comerciais que lembravam aos fãs leais sobre Lost. E no final, Target veiculou comerciais que se aproveitaram de histórias da atração. A popular fumaça negra, por exemplo, apareceu em uma ilha para lembrar que os detectores de fumaça na rede varejista custa apenas US$ 10,99.

Podemos discutir se os números de Lost transformaram a atração em um evento. Mas as concorrentes deram mais força a essa tese quando na própria noite de segunda-feira, a FOX transmitiu um final de duas horas para 24 Horas e a NBC levou ao ar um final de duas horas de Chuck.

Do Advertising Age.

Comercial da Target durante o episódio final:

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar