Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SERVIÇO QUE GARANTE SIGILO DAS BUSCAS FEITAS NO GOOGLE VOLTA A FUNCIONAR

13/05/2010

O Scroogle, serviço que permite que as pesquisas no Google sejam feitas de forma anônima, foi reativado. Ele ficou fora de funcionamento por alguns dias depois que uma parte do código do mecanismo de busca do Google foi alterada.

A ferramenta impede que o Google identifique o IP (endereço digital de cada máquina que acessa a Internet) no momento em que o usuário inicia uma busca, o substituindo pelo IP padrão do próprio Scroogle.

Muitos ativistas não concordam com o modo como as empresas de busca conseguem relacionar as pesquisas feitas com o endereço IP do computador. Para eles, isto é uma clara invasão de privacidade. O Google alega que apaga os oito últimos números do IP a cada nove meses, mas, ainda assim, os especialistas pensam que isso não garante o sigilo das informações.

Origem e solução problema

O procedimento que o Scroogle usava para encriptar o endereço era muito específico. Consistia em simular que qualquer busca no site fora feita com o defasado Internet Explorer 6 a partir do Google Toolbar.

Quando o Google alterou sua página, no início dessa semana, involuntariamente desestabilizou o serviço oferecido pela ferramenta. Ao explicar a razão da alteração, a empresa disse que essa era mais uma tentativa para convencer os usuários a atualizar o IE 6, pois em breve deixaria de suportar o navegador.

Devido à popularidade do Scroogle, a Public Information Research, organização responsável por seu desenvolvimento, recebeu centenas de mensagens com ideias de novos métodos que poderiam ser usados. A maioria não servia, mas, em uma delas, três usuários sugeriram um novo parâmetro que, de fato, resolveu o problema.

Segundo o presidente da organização, Daniel Brandt, o Scroogle nasceu da frustração dos internautas que acompanharam a transformação do Google, de uma companhia com técnicas inteligentes de buscas para uma gigante preocupada apenas com o dinheiro vindo da publicidade. E continuará sendo usado gratuitamente, livre da exibição de anúncios.

Brandt acredita que quanto mais usado o Scroogle for, mais perceptível será a insatisfação dos internautas em relação aos produtos do Google, já que o serviço prejudica a captura de informações referentes a cada computador/usuários. E se diz surpreendido com o fato de o Google ainda não ter bloqueado o novo método, mas acredita que isso seja por que eles não se sentem incomodados, por enquanto.

?Eles devem estar pensando no que fazer comigo?.
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar