Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MAIS UM INVESTIMENTO DA GOOGLE. DESTA VEZ, NA PREVISÃO DO FUTURO

04/05/2010

No quarto lance do tipo em um único fim de semana, a Google comunicou nesta segunda-feira (3/5) que investiu em uma startup capaz, como ela mesma afirma, de prever o futuro.

O dinheiro, cujo total não foi revelado, veio do braço de investimentos da empresa, a Google Ventures. O alvo da vez foi a Recorded Future, uma empresa de Cambridge, Massachusetts, que "oferece a seus clientes novas formas de analisar o passado e o presente, e de prever o futuro", segundo informa o site oficial.

Na sexta-feira (30/4), a Google anunciou a compra da Bump Technologies, fabricante de interfaces 3D. Nesta segunda, divulgou investimentos de 38,8 milhões de dólares em duas plantas de geração de energia eólica na região central dos Estados Unidos. Também hoje a Google Ventures comunicou o investimento em uma pouco conhecida empresa de pagamentos online - o valor não foi divulgado.

Ações e terrorismo
Aparentemente, a Recorded Future desenvolveu uma tecnologia de análise de dados que poderia ser capaz de prever eventos futuros no mercado de ações ou mesmo de atividades terroristas, indicam as informações do site da empresa. A tecnologia é capaz de perceber a frequência com que uma entidade ou um evento são citados no noticiário e ao redor da web dentro de um período de tempo. Então, ela usa os dados para projetar como será seu comportamento no futuro.

"Na Recorded Future, nós computamos um valor de momentum para cada entidade e evento em nossa base de dados", explica uma das entradas do blog da empresa. "O valor de momentum indica o nível de interesse que um certo evento ou entidade tem num tempo específico, e é atualizado continuamente. Nesse cálculo, levamos em conta o volume de notícias que citam tal entidade ou evento, bem como as fontes que são mencionadas, os outros eventos e entidades citados, e diversos outros fatores."
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar