Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVA DESCOBERTA DA HP PODERÁ MUDAR OS RUMOS DA INDÚSTRIA DE PCS

12/04/2010

HP revelou uma nova tecnologia que os analistas dizem que irá mudar o jogo da indústria de computadores e dispositivos pessoais. O laboratório da HP divulgou nesta sexta-feira (9/4) informações sobre um projeto de investigação batizado de memristor, uma espécie de resistor com memória.

Embora o memristor tenha sido desenvolvido para expandir a capacidade dos dispositivos de memória, os pesquisadores da HP descobriram que também pode ser usado para cálculos de lógica.

Isso significa que dentro de seis a oito anos, o memristor poderá ser usado para lidar com a memória e lógica em um mesmo chip, ao mesmo tempo. E isso, dizem os analistas, trará mudanças drásticas para a indústria de computadores.

"O memristor têm potencial de transformar o mundo da computação de cabeça para baixo", disse o analista da Gabriel Consulting Group, Dan Olds. " Eles são o processador e o armazenamento, que agem como as sinapses do cérebro humano. Juntos, parecem ser muito mais rápido em tarefas como reconhecimento de padrões, que os computadores convencionais".

Ainda em fase de investigação, o memristor foi projetado para ser adicionado aos chips e aos transistores funcionando como uma espécie de turbo, afirmou o pesquisador sênior da HP Labs, Stan Williams. Embora alguns relatórios disseram que o memristor foi projetado para substituir o transistor, um dos principais pilares do chip, Williams disse que não é o caso.

"Memristors é um supercharger de um circuito transistor integrado", disse Williams em uma entrevista. "Todos os circuitos que estamos construindo agora são híbridos, com ambos os transistores e memristors".

Este novo desenho híbrido, que poderia ser usado em PCs e pequenos dispositivos eletrônicos como telefones inteligentes, poderia mudar a arquitetura do chip de base. Hoje, a memória e as funções de computação são feitas separadamente em um chip.

Williams ressaltou que espera ver o memristors sendo usado em dispositivos de memória em até três anos. Embora fosse competir com a memória Flash, a descoberta usa menos energia e é muito mais rápida.

Para o analista da Gartner Inc., Martin Reynolds, essa novidade pode significar grandes mudanças para o setor de memória flash. "Se eles podem cumprir as suas metas - e parece que eles podem - o memristor poderia começar a aparecer em 2013, e rapidamente tomar parte do flash", acrescentou. 

Olds observou que o memristor oferece uma vantagem considerável sobre o lado logístico. São de sete a nove vezes menor do que a memória flash, ou seja, mais capacidade de armazenamento em um espaço muito menor. "Os avanços com o memristor trará algo parecido com a realidade Web 3-D. Esses dispositivos serão capazes de reproduzir de forma mais rica uma experiência visual?, afirmou.

A HP não é um fabricante de chips, por isso, Williams disse que eles estão em parceria com um "casal" de empresas em seu novo design do chip. Ele não quis citar os fabricantes envolvidos.

 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar