Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE BARRA PACOTE ADOBE NA CRIAÇÃO DE APP PARA IPHONE

12/04/2010

Com uma sutil mudança no acordo de licença para desenvolvedores, a Apple acabou banindo o uso de ferramentas rivais de programação, incluindo uma que a Adobe estava prestes a lançar, na criação de apps para iPhone e iPad.

A mudança, anunciada na quinta-feira (8/4) e notada em primeira mão por John Gruber, do blog Daring Fireball, impede o uso de compiladores feitos para múltiplas plataformas (cross-platforms), bem como software feitos em Java, em apps nativos para iPhone.

O novo acordo de licença, que deve ser aceito pelos desenvolvedores antes que baixem o novo kit de desenvolvimento de software (SDK), diz que "aplicações devem ser escritas originalmente em Objective-C, C, C++ ou JavaScript, tal como executado pelo núcleo WebKit do iPhone OS, e somente código escrito em C, C++ e Objective-C podem compilar e se ligar diretamente com as APIs documentadas (ou seja, Aplicações que se ligam às APIs documentadas por meio de tradução intermediária ou camada de compatibilidade ou ferramenta estão proibidas)".

Para o analista Ray Valdes, do Gartner, a mudança foi elaborada para reprimir a estratégia da Adobe.

No ano passado, a Adobe anunciou que seu Flash Professional CS5, o pacote topo-de-linha da empresa para desenvolvimento Flash, incluiria algo chamado "Packager", uma ferramenta que convertia aplicações Flash, recompilando-a para rodar nativamente no iPhone.

Valdez afirmou que as condições da Apple não dão aos desenvolvedores muita margem para manobra. "A Apple está dizendo com todas as letras que você só pode desenvolver em C, C++, Objective-C e JavaScript, e que você não pode traduzir o código para iPhone nativo", disse.

A Adobe planeja lançar oficialmente sua Create Suite 5, da qual o Flash Professional CS5 faz parte, na segunda-feira (12/4).
 
 
 
Fonte: MacWorldBrasil

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar