Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE TRABALHA EM IMPLEMENTAÇÃO DA INTERFACE DE NAVEGAÇÃO DO IPAD PARA SITES DA WEB

08/04/2010

Quando falamos do PastryKit no MacMagazine, em 2009, destacamos o interesse da Apple em fazer com que web apps criados para o Mobile Safari fossem capazes de reproduzir o look & feel dos apps para iPhone OS, que podem exibir animações de interface bastante suaves com o mínimo de trabalho possível. Não surpreendentemente, essas mesmas funções foram implementadas pela Apple em web apps para o iPad, porém com um avanço visual e técnico capaz de tornar impossível a distinção entre um app nativo e uma réplica online.

Observando atentamente o vídeo acima, você pode ter uma ideia superficial do que estou descrevendo. Assim como o manual de iPhones/iPods touch foi adaptado pela Apple em um web app com o visual e os recursos de um aplicativo nativo, o mesmo foi feito para o iPad, porém com suporte a split views em modo paisagem e popovers no modo retrato. Neste caso, o código dele foi analisado por um desenvolvedor, e foi tão bem implementado que o web app é inteligente o bastante para alternar entre um modo e outro conforme a página principal é recarregada.

O comportamento básico das animações de rolagem e navegação por views numa página web já era dado por um framework em iPhones e iPods touch (o PastryKit), mas no iPad a coisa ganha um aspecto mais complexo. Por ter que lidar com uma tela multi-touch de alta precisão, uma grande parte do novo framework que forma o app para a tablet se resume a ?ler? os eventos multi-touch do usuário, além de calcular a inércia dos gestos exercidos por ele na área da página ? isso porque ele foi construído em 4.300 linhas de HTML, CSS e JavaScript.

Além disso, também está incluso no framework para o iPad o mesmo controle de diferentes views, design/comportamento de barras de rolagem e o layout do conteúdo em diferentes modos de orientação. O legal é que essa mesma implementação de web app começou a ser aplicada na documentação de desenvolvimento da Apple, porém ela fica atrás de uma classe de debug, também implementada via JavaScript.

Por ora, o framework é chamado de AdLib, já que a maior parte das expressões é composta do prefixo ?AD?. O que me deixa intrigado é que a Apple está explorando o que é possível com o WebKit em diferentes frameworks baseados em HTML, CSS e JavaScript há meses, de forma que é estranho ver resultados como o do vídeo acima sendo alcançados sem nenhuma intenção de englobar outros desenvolvedores ? seja por ferramentas de desenvolvimento ou sessões de uma WWDC.
 
 
 
Fonte: MacMagazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar