Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE ESTICOU UM BOCADO A DEFINIÇÃO DE ?READY? AO CHAMAR MUITOS SITES DE ?IPAD-READY?

08/04/2010

Enquanto estava se preparando para a chegada do seu ?mágico e revolucionário? gadget de navegação na internet (dentre outras coisas), a Apple publicou uma página especial que exibe uma lista de grandes sites ?iPad-ready?. A navegação em tais páginas, supostamente, não seria prejudicada pela ausência de Flash na tablet. Tudo certo, então, podemos começar a ignorar o plugin da Adobe, certo?

Sites iPad-ready, by Apple

Não.

Conforme nota o BusinessofVideo.com, a compatibilidade de muitos dos portais destacados pela Maçã com o iPad é meramente superficial. Em alguns casos, dizer que www.nomedosite.com é ?iPad-ready? significa exatamente isso ? mas visitar páginas fora da principal pode render avisos de que seja preciso instalar o Flash (ou, pior, que é preciso adquirir um app de US$15 para ver os vídeos que seriam de graça com o plugin). Os casos mais gritantes em destaque são os do The New York Times, MLB.com, Reuters e TIME.com.

Hora de chamar os advogados de plantão para processar a gigante de Cupertino? Não. Como toda empresa com um ótimo time legal, a Apple colocou um pouco de letra miúda do mais puro CYA no final do rodapé da página que lista os sites ?iPad-ready?, onde ninguém lê.

Os sites acima variam em termos de compatibilidade com padrões abertos da web e, em alguns casos, podem requerer um plugin para exibir conteúdo.

Claro, podemos sempre imaginar que o futuro destes grandes nomes da mídia é prover cada vez mais material condizente com os padrões que a Apple adota no iPad. Por enquanto, eu digo que a Maçã não fez por merecer o cookie de hoje.

Ah, e ela esqueceu de colocar um certo site totalmente compatível com o iPad na lista.
 
 
 
Fonte: MacMAgazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar