Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

HACKERS CHINESES ESPIONAM ÍNDIA, DIZEM PESQUISADORES

07/04/2010

Um grupo de espionagem cibernética que opera do sudoeste da China roubou documentos do Ministério da Defesa indiano e e-mails do gabinete do Dalai Lama, informou um grupo de pesquisadores canadenses em relatório divulgado nesta terça-feira.

Os hackers usaram serviços online populares como Twitter, Google Groups e Yahoo Mail para ganhar acesso a computadores infectados, e instruí-los a estabelecer comunicações com servidores de comando e controle na China, de acordo com o relatório, chamado "Shadows in the Cloud."

"Não temos indícios neste relatório de envolvimento do governo da República Popular da China ou qualquer outro com a rede Shadow," afirmaram os autores, que são pesquisadores na Munk School of Global Affairs, que faz parte da University of Toronto.

"Mas uma questão importante a considerar é se a China agirá para tirar a rede Shadow de operação," acrescentaram.

Os pesquisadores concluíram que a rede provavelmente era operada por indivíduos conectados ao submundo criminal da China, e que informações podem ter sido transmitidas a alguns escalões do governo chinês.

"Não sei que provas essas pessoas têm, ou quais são seus motivos," afirmou Jiang Yu, porta-voz do Ministério do Exterior chinês, em resposta a questões sobre o relatório. Ela acrescentou que a China investigaria, caso provas fossem oferecidas.

"Nossa política é muito clara: nós nos opomos resolutamente a todos os crimes de Internet, incluindo os ataques de hackers," afirmou Jiang.

Documentos roubados e recuperados pelos pesquisadores continham informações sigilosas obtidas no secretariado do Conselho de Segurança Nacional da Índia, segundo os pesquisadores.

Entre eles havia avaliações da situação de segurança da Índia nos Estados do nordeste do país que fazem fronteira com Tibete, Bangladesh e Mianmar, bem como sobre insurgências maoístas.

Informações confidenciais roubadas de embaixadas indianas incluíam avaliações do relacionamento entre a Índia e a África Ocidental, Rússia, outras antigas repúblicas soviéticas e o Oriente Médio, informaram os pesquisadores.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar