Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AUMENTA INTERESSE POR CARREIRA DE TECNOLOGIA NOS EUA

29/03/2010

Pelo segundo ano consecutivo, o número de matriculados na graduação em Ciências da Computação nos Estados Unidos aumentou. De acordo com números da pesquisa Taulbee, realizada pela instituição norte-americana Computing Reserach Association, o número de estudantes de tecnologia subiu 5,5% entre 2008 e 2009. Em um período de dois anos, o crescimento foi de 14%. A pesquisa levanta somente dados de universidades que possuem programas de Ph.D.  

A informação é vista como uma excelente notícia pela indústria local e a esperança é de que seja uma retomada que veio para ficar. O declínio no interesse e redução de matrículas nos cursos que começou com o estouro da bolha da internet se tornou uma preocupação para os negócios e para líderes do governo.

O presidente norte-americano Obama, por exemplo, se esforçou em estabelecer programas para treinar professores do ensino médio no ensino de ciências, tecnologia e matemática. Ele chegou ao ponto de estimular os estudantes a priorizar áreas de tecnologia sobre cursos de finanças em discursos oficiais.

Os efeitos da queda do interesse, no entanto, ainda estão latentes na indústria. ?As empresas não encontram graduandos o suficiente para contratar?, afirma Jeff Hollingsworth, professor de Ciências da Computação da Universidade de Maryland, que também encabeça o programa da graduação. No mês passado, a universidade chegou a hospedar uma feira de empregos específica para essa área em resposta à demanda de empregadores.

A nova tendência se reflete na Maryland. O número de matriculados no curso de Ciências da Computação aumentou de 141 de 2008-2009 a 210 em 2009-2010.

O colapso de algumas das maiores companhias de Wall Street também podem ter colaborado para a tendência. ?Estudantes de Exatas que estavam inclinados a estudar finanças passaram a ver tecnologia como uma opção segura?, disse o diretor de assuntos de governo da the Computing Research Association, Peter Harsha.

Mas essa não é a única razão. A carreira também é ajudada pela forma com a qual computação se espalha em outras áreas, como em biologia. Segundo Harsha, isso faz com que ?os problemas das Ciências da Computação sejam mais atrativos intelectualmente?. Ele diz ainda que as universidades fizeram melhoria no conteúdo dos cursos, o que também pode ter colaborado.

O aumento das matrículas em tecnologia aumenta apesar da redução do mercado pela crise e os estudantes apostam em uma recuperação do mercado. Mas, segundo Hollingsworth, não há muitos motivos para preocupação, já que os graduandos dos melhores programas estão encontrando seus empregos.
 
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar